Casa Created with Sketch.

Família Dumont: a tradição une três gerações em torno de tramas e bordados

Para pintar verdadeiros quadros com linha, as bordadeiras da família Dumont dispensam o dedal e tudo o que possa interferir na liberdade das mãos

Um título para uma foto sem titulo

 (/)

No noroeste de Minas Gerais, as mulheres ainda urdem o fio na roca (bastão em que se enrola o algodão) e tingem no quintal os novelos para tecerem colchas, xales e tapetes em antigos teares. O trabalho anônimo ganha reconhecimento nos grandes centros, que aprenderam a valorizar o fazer artesanal. Com linha e agulha, as mãos criam tesouros inestimáveis: toalhas de renda irlandesa, lençóis com rendendê, fronhas com ponto de cruz. Técnicas seculares que se misturam a tantas outras neste Brasil afora. Uma tradição feminina aprendida em família – muitas vezes, reunidas em casa, mães, filhas e netas bordam felizes, repartindo seus saberes com quem se dispõe a aprender.

Quando desenhos alinhavados viram obras de arte

O bordado faz parte da história da família Dumont há três gerações. Dona Antônia, a matriarca, aprendeu o ofício com a mãe, ainda menina, e influenciou cinco de seus oito filhos nessa arte, adotada por eles como profissão. “Começamos ilustrar livros em 1988 e, de lá para cá, já somamos 21 obras, que incluem autores como Thiago de Mello, Rubem Alves, Marina Colassanti e Jorge Amado”, conta Sávia, uma das filhas. O trabalho é feito em conjunto. Demóstenes, formado em artes plásticas, cria os desenhos. Marilu se encarrega de passar o traço para o tecido e, com a mãe e as irmãs Sávia, Martha e Ângela, colore com linhas e agulha as imagens que contam belas histórias. As netas de dona Antônia também ajudam a perpetuar a técnica. Elas percorrem o Brasil para capacitar mulheres de baixa renda por meio do Instituto de Promoção Cultural Antônia Dumont, criado em 2004. E se você também gosta da delicadeza dos bordados, saiba como usá-los na decoração.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s