Como escolher uma poltrona marcante para sua casa

Saiba como escolher aquela peça que equilibre forma e função

Por Redação Atualizado em 10 jan 2022, 19h01 - Publicado em 10 jan 2022, 19h00
Dwr/Reprodução

Talvez você esteja se perguntando o que é uma poltrona marcante e o que faz ela receber esta característica. A resposta é simples: elas agem como um elemento decorativo e oferecem assentos adicionais em uma configuração de sala de estar.

Elas são ótimas opções para adicionar interesse visual. Pense: uma peça desenhada em uma silhueta inesperada ou coberta por um estofamento que deixa a desejar consegue criar um ambiente acolhedor que estimule a conversação ou fornecer assentos individuais em torno da televisão para a noite de cinema em família.

Reprodução/Pinterest

Por representarem uma combinação ideal de forma e função, são partes decorativas e pragmáticas. Seu papel, em uma sala de estar, é secundário em relação ao sofá, o que significa que você pode focar na expressão decorativa.

Mas elas não precisam ser super chamativas e diferentonas, existem as impressionantes e as simples. Encontre, abaixo, dicas sobre como escolher o modelo, tamanho, tecido e estilo para que o seu espaço fique harmônico.

Quais são os primeiros passos?

 

Ao escolher uma cadeira para a sua casa, considere seu propósito. Você quer um lugar para leitura? Para desfrutar de uma xícara de chá com os amigos em volta de uma mesa de centro? Uma peça que adiciona um elemento inesperado ao ambiente? Depois de analisar e decidir as prioridades, selecione o tipo que se encaixa com o seu espaço e estilo de vida.

Para a sala de estar, os modelos incluem espreguiçadeiras, poltronas e cadeiras laterais. Confira os detalhes de cada tipo:

Procura algo relaxar, reclinar e descontrair? Te apresentamos a espreguiçadeira!

 

Assim como o modelo para área externa, uma espreguiçadeira interna muitas vezes possui um encosto em um ângulo que incentiva uma posição mais reclinada e ajuda na hora de repousar – podendo, inclusive, incluir um recurso ajustável nas costas.

Converta-a da posição vertical para uma posição plana ou quase plana. Para aumentar o clima de descanso, um apoio para os pés ou pufe combinando também podem ser acrescentados.

Gosta de conversar com os amigos e familiares? Escolha uma poltrona!

 

A característica definidora de uma poltrona são os braços. Por apresentar, na maioria das vezes, um design simétrico, ela oferece dois braços e um encosto mais reto. Mas, não se engane, estilos assimétricos com apenas um braço também existem.

Possui um espaço pequeno? A cadeira lateral é perfeita para você!

 

Com uma silhueta esguia e um encosto reto, as cadeiras laterais são comumente projetadas com quatro pernas finas. Se estiver procurando por cadeiras para cômodos menores, esta é uma excelente opção.

Continua após a publicidade

Como escolher o tamanho?

 

O tamanho certo depende da metragem do cômodo em que ela será posicionada, o fluxo de tráfego e os móveis já existentes neste espaço.

Mantenha o tamanho e a altura do sofá em mente, uma vez que o ideal é alinhar todos os móveis do ambiente. Sendo assim, a cadeira não deve sobrecarregar o sofá e o sofá não deve diminuir a cadeira. Se o cômodo for mobiliado com uma peça em forma de L ou um modelo Chaise, evite investir em uma poltrona reclinável, pois pode criar um efeito volumoso – sobrecarregando o visual e ainda bloqueando o fluxo.

Reprodução/Casa.com.br

Para evitar isso, considere uma poltrona ou cadeira lateral simples – lembrando que uma poltrona seria mais proporcional a um sofá na criação de uma disposição de assento bem equilibrada e visualmente agradável. Se tiver espaço, coloque um par de poltronas combinando em frente ao sofá para incentivar conversas íntimas.

Veja também

Como selecionar os tecidos?

 

Espreguiçadeiras, poltronas e cadeiras laterais são o meio perfeito para introduzir um toque de cor ou padrão no local. Diferente de um sofá vibrante, que pode sobrecarregar o visual, uma cadeira consegue incorporar cores e estampas complexas de forma ideal, devido ao seu tamanho e escala menores.

A finalidade da peça também deve ser considerada ao selecionar um tecido. Se for usado frequentemente, considere estofamento de couro – além de ser fácil de limpar, o material envelhece excepcionalmente bem.

Projeto Oliva Arquitetura Julia Ribeiro/Casa.com.br

Se a peça for destinada a dar um apelo decorativo e tiver apenas uso ocasional, opte por uma cobertura luxuosa de seda ou veludo. Para as poltronas, considere Maharam, que apresenta uma aparência e toque de lã. O tecido feito de poliéster reciclado pós-consumo é durável e elegante, uma ótima escolha para lugares que serão usados diariamente.

Como combinar sua cadeira com o estilo do seu ambiente?

 

Há uma infinidade de cadeiras para escolher, não há dúvidas que existem uma variedade de modelos para diferentes espaços. Não se esqueça que a peça deve estar relacionada ao estilo do local e oferecer um ponto de interesse.

Se a sua área for decorada com itens mais tradicionais, considere uma poltrona com encosto lateral. Para um ambiente boêmio, uma cadeira com silhueta estrutural, como o modelo Womb ou uma poltrona estofada em pele de carneiro, é uma boa opção.

Sala produzida pelo Studio Mac Divulgação/Casa.com.br

Uma poltrona Eames combina facilmente com móveis modernos e uma poltrona lateral elegante com pernas de madeira maciça combina bem com designs dinamarqueses simplificados.

*Via Design Within Reach 

Continua após a publicidade

Publicidade