As luminárias solidárias de Marcelo Rosenbaum

As lendas da tribo iauanauá, no Acre, inspiraram a criação de nove luminárias feitas de modo solidário e assinada por Marcelo Rosenbaum. Hoje, a iniciativa gera renda para a comunidade

Por Joana L. baracuhy Atualizado em 20 dez 2016, 16h14 - Publicado em 7 Maio 2013, 19h03

O designer paulista Marcelo Rosenbaum reuniu 30 pessoas de diferentes profissões e voou para o Acre em janeiro. O objetivo? Converter a experiência dessa expedição, uma imersão nos saberes dos povos da floresta, numa coleção de produtos criativos e inclusivos. À chegada nas vilas Nova Esperança e Amparo seguiram-se semanas de convivência com os integrantes da etnia iauanauá, que narraram suas crenças e mostraram os grafismos (kenês) com que representam elementos da natureza e explicam a origem do Universo. As formas geométricas reveladas aos índios em rituais de pajelança viraram tecidos e tramas de miçangas de vidro – essa foi a matéria-prima palpável que deu origem às luminárias finalizadas posteriormente pela La Lampe para chegar ao mercado. A iniciativa faz parte do projeto A Gente Transforma, liderada pelo próprio Marcelo, e gera renda para a comunidade, além de promover o reconhecimento e o resgate de sua cultura.

Publicidade