Aprenda a aplicar a pintura dip-dye em seus móveis

A irreverente pintura dip-dye faz surgir móveis personalizados com apenas uma faixa de cor. Os principais ingredientes são tinta, fita crepe e muita criatividade!

Por Texto, Reportagem Visual e Fotos Alessandra Okazaki Atualizado em 14 dez 2016, 12h36 - Publicado em 2 dez 2013, 20h48
abre-passo-a-passo-aprenda-a-aplicar-a-pintura-dip-dye-em-seus-moveis

Já ouviu falar em tie-dye e dip-dye? Essas palavrinhas, bem conhecidas no universo têxtil, dizem respeito a técnicas de tingimento em degradê. O tie-dye (em inglês, “amarrar e tingir”) exibe um aspecto manchado, no melhor estilo hippie. Como o nome indica, o segredo é torcer, amarrar e mergulhar o tecido na tinta. Já o dip-dye (em inglês, “imergir e tingir”) é semelhante, porém a peça não é torcida nem amarrada, e a pintura fica restrita à barra da roupa – e esse é o efeito que virou tendência na decoração. O resultado são criações de visual supermoderno, como esta cadeira com apoio lateral, customizada pela designer Sandra Guadagnin, da oficina de restauro Madeira em Forma, de Curitiba.

Publicidade