Todo o charme de um trintão

O apartamento dos anos 1980 passou por uma renovação daquelas em 7 meses – com direito a retirada de paredes, troca de revestimentos e móveis sob medida

Por Minha Casa Digital Atualizado em 9 set 2021, 23h58 - Publicado em 25 dez 2016, 11h30

Castigado – era assim o visual daquele imóvel em Campinas, SP. Mas a designer Marília Rhormens percebeu seu potencial. “O estado era deplorável, me chamaram de louca por querer comprá-lo”, diz a moça, que convenceu o então noivo, o publicitário Thiago Lima, de que eles poderiam transformar os generosos 80 m2 do apê antiguinho em lar. “Nós dois trabalhamos em casa, por isso, fazíamos questão de uma metragem que os prédios novos simplesmente não oferecem. Além disso, adoramos receber os amigos, e ter a sala integrada à cozinha era o nosso sonho”, conta. E não é que ela tinha razão? A reforma, comandada pelo arquiteto Francesco Picciallo, do escritório Brita, revelou os encantos que estavam escondidos sob acabamentos antigos e mal-conservados.

Menos paredes, mais personalidade

❚ O casal abriu mão de um dormitório para ampliar a sala. Assim, as paredes que separavam os dois ambientes foram derrubadas, restando vigas e colunas – elementos estruturais que foram descascados até que o concreto ficasse à vista.

❚ Junto ao sofá ( San Diego , 2,30 x 0,88 x 0,90 m*, revestido de algodão na cor chumbo. Etna), o pufe e as banquetas (similar: Banco em Z , 44 x 37 x 45 cm. Toque de Minas) acomodam os convidados. 

80 m² para atender família e amigos

❚ Além das divisórias entre o antigo quarto e o estar (1), as que isolavam a cozinha (2) também foram retiradas, promovendo a completa integração da ala social. Na suíte, um trecho do banheiro foi roubado pelo quarto (3).

❚ O quarto de hóspedes (4) em breve terá dona: Maitê, a primeira filha do casal, nasce em agosto.

Dicas da Moradora

Plugados

“Para evitar os cabos aparentes, espalhamos tomadas pela casa.  Há duas embutidas  no chão, sob a mesa de trabalho, para conectar os computadores, e outra embaixo do frigobar, já que não foi possível instalá-la na coluna de concreto atrás do aparelho. E ainda colocamos alguns pontos a mais, prevendo equipamentos que planejamos adquirir no futuro – acho  até que exageramos  um pouquinho.” 

Luz customizada

“Na sala, optamos pela iluminação indireta – os spots orientáveis com lâmpadas dicroicas e acionamento independente foram embutidos no forro de gesso do teto e posicionados junto às paredes. Assim, podemos direcionar os fachos de luz e mudar o clima do ambiente conforme o momento.” 

Bar em casa

“O balcão americano ao lado do jantar tem sido muito usado. Nossos amigos adoram ficar sentados nas banquetas altas enquanto cozinhamos. Talvez seja por causa da chopeira que colocamos bem ali!

Boas ideias para valorizar todos os cantinhos

❚ Um home office foi montado aproveitando  o espaço atrás do sofá. De quebra, a bancada esconde as costas do estofado.

❚ A parede da TV foi revestida de tijolos de  22,5 x 10,5 cm, que, cortados ao meio, passaram a ter 2,5 cm de espessura. Marília optou pelo assentamento com junta seca, que dispensa rejunte – assim, os blocos parecem estar empilhados. 

❚ Com a integração, a sala de jantar, que contava apenas com uma janela pequena, passou  a receber também a luz que vem da cozinha.

Dicas da moradora

Atmosfera limpa

“Quando anunciamos que nossa cozinha seria aberta, muita gente tentou nos desencorajar – alegaram que a casa ficaria suja e cheirando comida o tempo  todo. Mas mantivemos a decisão e não nos arrependemos. Temos várias janelas, que proporcionam ventilação cruzada. Os hábitos também interferem – em casa, por exemplo, nunca fazemos frituras.”  

Continua após a publicidade

Tudo em seu lugar

“A organização, em contrapartida, requer cuidado constante, já que qualquer bagunça fica aparente. Temos poucos armários, então, compramos só o que realmente será usado no dia a dia.  E evitamos o acúmulo de louça suja – a lavadora, escondida no gabinete da pia, nos ajuda nessa tarefa.”  

Beleza põe mesa, sim

“Investimos em eletrodomésticos vistosos, como a batedeira e o liquidificador vermelhos – eles moram sobre a bancada e a prateleira, e também têm papel decorativo. Às vezes, até coloco um buquê de flores na tigela da batedeira, fica lindo!

Para o casal de mestres-cucas, uma cozinha de chef

❚ A bancada em U, com tampo e laterais de Silestone (Cosentino), permite que o casal prepare jantares sem perder o que acontece na sala. Feita sob medida, ela abraça a coluna que restou da antiga divisória com o estar, assim como as duas prateleiras na  parede da janela.

❚ O piso é o mesmo vinílico do restante da ala social, reforçando visualmente a integração. Os azulejos foram dispensados até mesmo na área molhada – com 15 cm de altura, o frontão da pia apara os respingos. 

❚ A fim de manter os eletros alinhados na mesma parede – e, assim, favorecer a circulação –, a porta que dava para a área de serviço foi fechada. Na superfície  em que ela ficava, só  que no lado oposto, junto ao corredor, foi aberta  a nova passagem, que  em breve receberá uma porta de correr, escondendo a lavanderia.

Dicas da moradora

Praticidade x  necessidade

“Cogitamos a hipótese de renovar os dois banheiros com revestimentos que pudessem ser instalados por cima dos antigos, dispensando o quebra-quebra – o que acabaria também reduzindo custos. Mas como tivemos de mudar quase todos os pontos de encanamento, a saída foi nos conformarmos com a sujeira e a bagunça decorrentes da troca dos azulejos.” 

Sempre seco

“Colocamos porcelanato apenas dentro do boxe. As demais paredes foram pintadas com tinta acrílica. Funciona muito bem no dia a dia. No banheiro do nosso quarto, tivemos o cuidado de instalar uma torneira baixa, que joga água direto dentro da pia, o que evita respingos.”  

Luz de camarim

“Tanto no banheiro da suíte quanto no social, há um plafoncentral embutido no teto. Como esse tipo de iluminação gera muitas sombras – o que atrapalha na hora de fazer a maquiagem, por exemplo –, instalamos spots direcionáveis perto do espelho.”

Ala íntima conquistou espaço e aconchego

 

❚ Boa parte da área do antigo banheiro da suíte era ocupada por uma banheira.”Como era possível lavar as mãos sem colocar uma perna dentro dela?”, diverte-se Marília. Em prol da boa circulação, o casal retirou a peça – sem ela, o cômodo pôde, inclusive, ceder alguns centímetros para o quarto. 

❚ Depois de posicionada a cama box tamanho casal, o espaço restante foi ocupado por um par de criados-mudos sob medida.

Digno de ser exibido 

❚ Livre dos azulejos e louças datados, o banheiro social ganhou decoração elegante, com acrílico acetinado (cor Cookie, ref. A148, da Suvinil) nas paredes e porcelanato ( Simplesmente Branco , 60 x 60 cm, natural e retificado, da linha Progetto. Portobello Shop) no piso. 

Continua após a publicidade

Publicidade