Casa Created with Sketch.

Antonio Citterio dá palestra no Fórum Internacional da Expo Revestir 2012

O arquiteto italiano fala sobre o design como criador de soluções. O evento inclui também palestras do estilista Maurício Medeiros e da diretora da ABD Paula Neder.

revestir7

Design é universal. “Está presente na moda, que veste as pessoas, e na decoração, que veste o ambiente vivido. Moda e decoração tratam da mesma coisa: pessoas”, diz Maurício Medeiros, diretor de inovação e estratégia da Associação Brasileira de Estilistas (Abest). Ele foi um dos palestrantes que inauguraram o Fórum Internacional de Arquitetura e Construção da Expo Revestir 2012, que aconteceu na tarde de terça-feira (6), primeiro dia da feira, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Num evento desse porte, onde são apresentadas as tendências de revestimentos para o ano e que é considerado “a fashion week da construção”, fez sentido trazer profissionais do mundo da moda para tratar do assunto no Dia do Designer de Interiores.

revestir6

Durante a palestra, Medeiros reforçou o design com um papel mais amplo, não meramente estético. “Estamos na era da qualidade – qualidade de vida, felicidade – e não da presunção. O nosso papel com o design é potencializar essa felicidade. Não queremos inspirar a moda em si. Queremos inspirar as pessoas.” Esse foi o mesmo conceito defendido pelo arquiteto italiano Antonio Citterio, que também participou do primeiro Fórum desta 10ª edição da Revestir com a palestra “Proximity – Como o usuário interage com o espaço e objetos”. Para ele, o design é uma possibilidade de trabalhar soluções para o espaço, e não apenas de ter um resultado bonito. Afinal, criar projetos nessa área envolve um trabalho complexo, em grupo, e muita pesquisa.

Citterio recomenda, além de seguir um pouco as tendências, criar provocações. Foi isso que o arquiteto italiano fez em seu apartamento, em Milão. Ele inverteu as proporções tradicionais e, no banheiro, instalou uma janela grande, maior do que a do próprio quarto. As funções dos ambientes estão mudando com base na necessidade de bem-estar. “O banheiro não é só o local da higiene. É também um espaço de estar, de conforto. A partir dessa ideia é que se criam novas soluções para a arquitetura de interiores”, aponta ele. Seja com uma janela maior, uma banheira ou uma circulação mais funcional e confortável, o importante no design de interiores é oferecer mais qualidade e conforto para viver bem dentro de casa.

Gestão de Escritórios

revestir8

Quando Paula Neder se formou em arquitetura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), ela logo tratou de fazer mestrado na área. Foi, sem dúvida, um upgrade em sua formação, mas, como ela mesma diz, “o cliente não quer saber do seu diploma de mestre. Quer, no máximo, saber se você tem uma formação superior”. Tempos depois, Paula cursou uma especialização em gestão e percebeu a diferença que esse conhecimento fez no seu escritório.

Hoje, Paula coordena o MBA em Gestão de Escritórios de Arquitetura e Design de Interiores da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e foi desse assunto que ela tratou na palestra para o Fórum do Dia do Designer de Interiores. Diretora da Associação Brasileira de Designers de Interiores (ABD), Paula apresentou uma pesquisa da entidade que mostrou que 90% dos escritórios de arquitetura e design contam com apenas três profissionais, nenhum deles responsável pela área de vendas. “Tenho a impressão de que acham que arquitetos são como poetas. Mas poetas também precisam sobreviver”, diz Paula. Segundo ela, as universidades formam profissionais com uma boa base geral e foco em projetos, mas não preparam os arquitetos para os desafios do mercado. Por isso, ela defende que os profissionais se preocupem em tornar seus escritórios mais rentáveis e, se possível, busquem formação específica.

“Por que um escritório ganha mais dinheiro que outros? A resposta é estratégia”, aponta a arquiteta carioca. Para abrir seu próprio negócio, ela indica as três etapas do sucesso: entender o mercado, entender o cliente e saber divulgar e vender. “Comece analisando suas capacidades e recursos. O próximo passo é analisar como está o cenário econômico e a concorrência. Por fim, entenda quem é o seu cliente, onde ele está e como alcançá-lo”, ensina Paula. Passadas as etapas de definir objetivo e fazer o planejamento, é hora de colocá-lo em ação e potencializar a capacidade do seu escritório de render mais dinheiro, além de bons projetos.

 

Próximos fóruns

Na sexta-feira, a equipe do Casa.com.br estará novamente na feira Revestir para cobrir o último dia 10º Fórum Internacional de Arquitetura e Construção, com as palestras do Dia do Arquiteto, sobre tintas; cerâmicas e impressão digital; e o futuro da indústria de revestimentos cerâmicos.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s