O starter pack da jardinagem: espécies, instrumentos e dicas

Confira aqui quais são as melhores espécies e ferramentas necessárias para quem está começando

Por Redação Atualizado em 8 abr 2022, 23h28 - Publicado em 9 abr 2022, 19h00

plantas-folhagens-vaso-bancada

Com as plantas tomando conta de nossos feeds do Instagram, você pode estar pensando em dar o primeiro passo para se tornar uma mãe ou pai de plantas. Se você se sente meio perdido com a enorme quantidade de informações e acessórios disponíveis, não se preocupe, a gente te entende. Continue lendo para aprender a cultivar plantas de casa felizes e saudáveis ​​com apenas alguns itens essenciais.

Aparador em madeira com várias folhagens em cima.
Reprodução/Pinterest

Para ter sucesso com os cuidados com as plantas, é importante ter algumas ferramentas. Felizmente, alguns dos princípios básicos que são essenciais para a felicidade das plantas de casa estão embutidos em sua casa: um ambiente climatizado, água e janelas para deixar entrar a luz natural.  Veja o que você precisa adquirir para começar sua jornada de jardinagem:

A espécie perfeita

Primeiro, vamos começar com o óbvio – você precisa de uma planta! A parte mais divertida de se tornar um novo pai de plantas é comprar seu primeiro amigo verde. Essas plantas iniciais são de fácil manutenção e serão perfeitas para quem está começando.

Pothos (Jiboia)

Pothos ou Jiboia em vaso
Reprodução/bloomscape

Prosperando na maioria dos níveis de luz (apenas evite a luz solar direta durante todo o dia), Pothos é uma planta tropical que adiciona folhas exuberantes ao seu espaço graças às suas trepadeiras e folhas em forma de coração.

Graças à sua natureza de crescimento rápido, esta é uma das plantas mais fáceis de propagar. A propagação de plantas é uma maneira de criar novas plantas a partir dos caules de plantas existentes. Simplesmente corte uma seção de videira de pothos, coloque a extremidade cortada na água e espere um mês ou dois para que as raízes se formem antes de movê-la para seu próprio vaso e solo.

Pata de elefante

Vaso de terracota com Pata de Elefante
Reprodução/bloomscape

Esta planta possui uma base ampla e bulbosa com folhas longas e arqueadas crescendo no topo. Apesar da aparência, ela não é uma palmeira, mas sim um tipo de suculenta que gosta de crescer sob luz solar direta. Seu tronco largo serve para armazenar o excesso de água, tornando-o extremamente tolerante à seca.

Na verdade, prefere que o solo seque completamente entre as regas. Atingindo mais de 15 m de altura em seu ambiente nativo, esta planta é de crescimento relativamente lento e não ultrapassará seu espaço tão cedo!

Espada de São Jorge

Espada de São Jorge
Reprodução/bloomscape

A espada de São Jorge, ou sansevieria, é famosa por suas folhas eretas e adaptabilidade a todo tipo de ambiente interno. Embora prefira a luz solar direta ou indireta brilhante, ela pode se adaptar aos cantos de pouca luz do seu quarto, onde manterá seu tamanho e cor melhor do que qualquer outra planta de casa disponível.

Tome cuidado para não regar demais sua planta – se estiver com pouca luz, você não precisa regá-la mais de uma vez a cada 4-6 semanas (realmente!). Em luz mais alta, é melhor regar uma vez a cada 2-4 semanas. Apenas verifique o solo e certifique-se de que esteja completamente seco antes de adicionar qualquer água.

Continua após a publicidade

Plantas Aéreas

Planta aéra
Reprodução/bloomscape

Você sabia que pode cultivar plantas de interior sem a necessidade de solo? As plantas aéreas são um tipo de planta epífita, o que significa que evoluíram para crescer na superfície de outras plantas. Essa adaptação única permite que eles coletem água e nutrientes através da superfície de suas folhas.

As opções para exibi-las são quase infinitas – você pode comprar um suporte ou colocar sua planta em cima de uma pilha de livros, em uma prateleira ou em um vaso bonito. Basta escolher um local com luz indireta brilhante e regar uma vez a cada 2-4 semanas.

Para a maioria das plantas de casa, não se esqueça de envasar o solo e um vaso com um orifício de drenagem. 

Ferramentas

Depois de selecionar sua planta e se informar sobre os cuidados, não se esqueça de adicionar alguns suprimentos essenciais de cuidados ao seu carrinho de compras. Abaixo estão os três must-haves que recomendamos para todos no início de sua jornada.

Regador

Espada de São Jorge sendo regada
Reprodução/bloomscape

Embora você certamente possa regar suas plantas com um copo ou direto da torneira, achamos que vale a pena o pequeno investimento para comprar um regador. Manter um regador à mão significa que você terá mais chances de regar sua planta quando ela precisar.

O bico longo e estreito permite controlar a quantidade de água, o que significa que você estará regando o solo em vez de derramá-la em seus móveis ou no chão.

Fertilizante

Pessoa diluindo fertilizante em jarra de água
Reprodução/bloomscape

O fertilizante, geralmente, é o item mais subutilizado por jardineiros iniciantes. Ciclos regulares de fertilização são essenciais para o crescimento e a saúde sustentável das plantas.

Suas amiguinhas verdes precisam de nutrientes para viver, e o espaço limitado de um vaso de plantas é rapidamente esgotado de nutrientes quando uma planta está crescendo. Evite a subalimentação, pegando um fertilizante de uso geral ao comprar sua primeira planta.

Ferramenta de corte

Planta sendo podada
Reprodução/bloomscape

Quando uma folha ou caule inevitavelmente quebra ou começa a amarelar, você ficará grato por ter uma ferramenta de corte adequada à mão. Você pode usar tesouras domésticas comuns, mas como elas são usadas para uma variedade de materiais, elas tendem a não ser muito afiadas.

É melhor usar uma ferramenta de corte de horticultura afiada que faça um corte limpo, o que significa que sua planta se curará mais rapidamente.

*Via Bloomscape

Continua após a publicidade

Publicidade