As 7 plantas mais fáceis de cultivar em casa

Não sabe por onde começar o seu jardim interno? Veja essa lista que vai ser uma mão na roda (ou na terra) para qualquer iniciante!

Por Redação Atualizado em 21 mar 2022, 21h36 - Publicado em 22 mar 2022, 13h00
Gif com agua sendo borrifada nas olantas com spray e um cachorro sendo borrifado também, enquanto ele tenta morder a fonte
Tenor/Reprodução

Começar a cultivar plantas em casa não precisa ser um bicho de sete cabeças! O mais importante é saber quais cuidados cada planta exige, quanto ao tipo de solo, rega e iluminação e criar uma rotina em cima disso. Para quem ainda não sabe como fazer nada disso, essa lista pode te ajudar a cultivar plantas em casa, pois estas espécies são de muito fácil manutenção!

As 7 plantas mais fáceis de cultivar em casa

1. Cacto

cacto
Reprodução/Unsplash

Existem inúmeros cactos que qualquer cuidador de planta, do iniciante ao especialista, pode cuidar com sucesso com o mínimo de esforço. Isso se deve em grande parte à capacidade dos cactos de armazenar o excesso de água, o que não é possível para a planta média.

Os cactos desenvolveram essa habilidade para sobreviver aos ambientes desérticos a que estão acostumados. Sua tolerância à seca significa que você não precisa seguir um cronograma de rega rigoroso. Veja mais sobre como cultivá-los aqui!

Cacto
Gaelle Marcel/Unsplash

Para garantir o sucesso do seu cacto, escolha um vaso que inclua pelo menos um orifício de drenagem. A morte mais comum dos cactos cultivados em ambientes fechados é uma combinação de luz insuficiente e excesso de água. A maioria dos cactos internos só precisa ser regado quinzenalmente na primavera e no verão. No inverno, distribua a rega uma vez a cada 4-6 semanas.

2. Espada de São Jorge

Espada de São Jorge
Reprodução/bloomscape

Sansevieiras, ou Espada de São Jorge, são consideradas por muitos como uma das melhores para se ter. São plantas fáceis de cuidar, que oferecem beleza e não pedem quase nada em troca. Graças às suas folhas semi-suculentas e rizomas que armazenam água, essas plantas não requerem rega frequente e são adaptáveis ​​a muitas condições de vida diferentes.

Além disso, elas se encaixam em qualquer ambiente sem ocupar muito espaço devido ao seu hábito de crescimento estreito e vertical.

Espada de São Jorge
Paul Hanaoka/Unsplash

Se você tem uma planta dessa, tome cuidado extra para não regar demais. Elas podem ficar semanas entre regas em um ambiente interno típico, por isso são perfeitas para o cuidador de plantas esquecido. Se mantidos sob sol direto ou ao ar livre durante o verão, eles precisarão ser regadas semanalmente. Veja mais sobre a espécie aqui!

3. Costela de Adão

Costela de Adão
Reprodução/bloomscape

Enfeitando os feeds do Instagram em todos os lugares, a Costela de Adão se tornou uma planta de casa icônica na lista de desejos de todos. Felizmente, elas também são extremamente fáceis de cuidar! Essas plantas tendem a prosperar na maioria dos ambientes internos e podem crescer muito grandes e bonitas, tornando-se uma obra de arte ou ponto focal em uma casa.

Veja também

Costela de Adão
Michaela Zákopčaníková/Unsplash

Seu solo pode secar cerca de 75% antes que elas comecem a reclamar de sede, então não será um grande problema se você regar com alguns dias de atraso. Para o crescimento mais rápido e folhas maiores, coloque a costela de Adão em luz brilhante e indireta, como perto de uma janela voltada para o leste ou oeste. É recomendado um par de luvas para limpar o pó para manter as folhas brilhantes e limpas. Veja como plantar a sua aqui!

4. Zamioculca

Zamioculca
Reprodução/bloomscape
Continua após a publicidade

A Zamioculca é outra planta fácil de cultivar devido à sua adaptabilidade a uma ampla gama de condições internas. Ela tolera facilmente pouca luz e não precisa de muita água.

Na verdade, a planta geralmente fica dormente (enquanto permanece verde) durante o inverno e só deve ser regada uma vez a cada 4-6 semanas. Durante os períodos de crescimento ativo na primavera e no verão, a rega mais frequente estimula o crescimento, assim como a luz brilhante, indireta e as temperaturas quentes.

Zamioculca
Kadarius Seegars/Unsplash

Também conhecida como planta da fortuna, ela pode atingir 60-90 cm de altura quando totalmente madura. As hastes verticais arqueadas são na verdade folhas individuais que brotam diretamente do nível do solo. Se você notar que elas estão ficando amareladas, isso é uma indicação de que sua planta pode estar com excesso de água, então verifique a umidade do solo.

5. Planta de Jade

Planta de Jade
Reprodução/bloomscape

A planta de jade simboliza sorte e prosperidade, e também é extremamente fácil de cuidar. Ela adora luz solar direta e brilhante, mas funciona com luz solar indireta. Esta adaptabilidade torna fácil manter esta planta saudável em quase qualquer lugar da sua casa.

As plantas de jade são conhecidas por terem uma vida muito longa, assumindo formas pitorescas de crescimento à medida que amadurecem, e não precisam de muito cuidado para chegar a esse ponto.

Planta de Jade
Susan Wilkinson/Unsplash

Eles apresentam folhas e caules suculentos que agem para armazenar água, o que significa regas menos frequentes para você. As plantas de jade internas geralmente podem ficar de 2 a 3 semanas entre as regas. Certifique-se de que o vaso de sua planta de jade tenha um orifício de drenagem para que o excesso de água possa sair.

6. Gravatinha

Gravatinha
Reprodução/bloomscape

Conhecida como clorofito, ou paulistinha, a gravatinha é uma planta fácil de cuidar por causa de quão bem ela se adapta ao ambiente doméstico. Elas adoram luz brilhante e indireta, mas também podem tolerar luz média e podem se ajustar a todos os tipos de locais da casa. Quanto mais brilhante a luz do sol e mais quente a sala, mais frequentemente eles devem ser regadas.

Gravatinha
Beazy/Unsplash

Com o tempo, os clorofitos produzem mini-gravatinhas, bebês de caules rígidos e arqueados e isso só adiciona extravagância e personalidade a uma planta já encantadora. Eles podem ser removidos e cultivados para se tornarem novas plantas, ou podem permanecer na planta mãe. Essas plantas não são tóxicas, por isso são seguras em torno de crianças e animais de estimação.

7. Pothos

Pothos
Reprodução/bloomscape

Quando pensamos em plantas para iniciantes, temos que mencionar a Pothos. Uma planta bonita e resistente, que pode ser colocada em quase qualquer lugar da sua casa. Esta é uma planta incrivelmente adaptável que pode sofrer muitos abusos e continuar bonita. Ele pode manter sua forma e cor mesmo em um canto com pouca luz por um tempo surpreendentemente longo.

Pothos
Kevin Lessy/Unsplash

Para incentivar sua Pothos a prosperar e crescer, coloque-a em um local com luz indireta média ou brilhante. Quanto mais luz a planta recebe, mais água ela deve receber.

*Via Bloomscape

Continua após a publicidade

Publicidade