Como plantar e cuidar de Calatheas

Siga estas dicas de cuidado e tenha plantas bonitas o ano todo

Por Redação Atualizado em 15 abr 2022, 19h48 - Publicado em 16 abr 2022, 19h00
Calathea de folhas arredondadas verde claras com pinceladas de verde escuro . Planta está em um vaso sobre uma prateleira com outras plantas.
Katka Pavlickova/Unsplash

É quase impossível passar por uma calathea sem notá-la. A folhagem deslumbrante em cores ricas chamam a atenção da qualquer um.

Principais variedades

As mais populares incluem a bela planta pavão (Goeppertia makoyana), que tem folhas grandes, ovais e verde-claras, com pinceladas verde-escuras nas superfícies superiores e marcas roxas embaixo, lançando cor de todos os ângulos. A planta cascavel (Goeppertia lancifolia) é outra calathea chamativa. As folhas altas em forma de espada com padrão verde pálido e escuro, vermelho-púrpura por baixo, lembram os padrões da serpente que lhe dá nome.

Há outros tipos também que são cultivadas tanto por suas flores quanto por sua folhagem.

Close de Calathea de folhas verde claras com pinceladas de verde escuro e partes de baixo roxas.
Supersmario/Getty Images

A chama eterna (Goeppertia crocata) é uma das mais conhecidas nesse quesito. Suas flores laranja brilhantes, se assemelham a tochas e aparecem da primavera ao verão, entre folhas roxas, verde-escuras e com bordas onduladas.

Você também pode encontrar essas plantas listadas sob seu novo nome latino Goeppertia, uma vez que foram reclassificadas nos últimos anos, mas a maioria das pessoas ainda as conhecem como calatheas.

Calathea de folhas alongadas verde claras com pinceladas de verde escuro e partes de baixo roxas. Planta está fora do vaso sendo erguida por uma mão.
Severin Candrian/Unsplash

Mas antes de você adquirir a sua, certifique-se de que pode replicar o calor e a umidade ideais para elas. Se você puder oferecer os cuidados corretos às calathea, nas condições certas, elas não ocuparão muito espaço, já que todas são bastante compactas. Raramente crescem mais de 60 cm para cima ou para os lados.

3 principais dicas para cuidar de uma calathea

Visão superior de Calathea de folhas arredondadas verde claras com pinceladas de verde escuro. Planta estão no chão, recebendo sol de uma janela lateral.
Kae Anderson/Unsplash

Como muitas divas do mundo das plantas, essas estrelas não são as mais fáceis de cuidar, porém, dada a atenção que merecem, elas enfeitarão seus jardins por muitos anos. Basta seguir as dicas abaixo.

1. Encontre as condições de luz adequadas

Calathea de folhas arredondadas verde claras com pinceladas de verde escuro . Planta está em um vaso branco redondo.
epeters//Alamy Stock Photo/Reprodução

Plantas de interior com folhas estampadas geralmente precisam de bastante luz, porém filtrada e calatheas não são exceção. Os mesmos cuidados que se teria com as orelhas de elefante, cujas folhas são semelhantes às da calathea, devem ser tomados. Coloque-as em uma sala ensolarada e úmida, como uma cozinha ou banheiro, em uma mesa ou prateleira longe da janela, para que não fiquem sob sol direto.

Isso evitará que suas folhas queimem e sequem, o que pode levar à descoloração. Elas também preferem uma temperatura quente constante, acima de 16˚C, durante todo o ano. Também mantenha suas plantas longe de correntes de ar e radiadores.

2. Mantenha a umidade em equilíbrio

Calathea de folhas verdes com listras roxas sendo borrifada.
Dmitrii Anikin/Alamy Stock Photo/Reprodução

As plantas Calathea gostam de umidade e, portanto, são boas plantas para banheiros. Mas não as regue demais, pois apodrecerão se a terra ficar muito molhada. Para alcançar esse equilíbrio delicado, plante sua calathea em vasos com orifícios de drenagem na base, depois você pode inserir tudo em um vaso à prova d’água para exibi-la.

A maioria das plantas de interior prefere ser regada com água da chuva ou água destilada – se for aplicar água da torneira, antes deixe-a em um jarro por 24 horas para permitir que o cloro se dissipe – e regue sua planta em uma pia. Em seguida, deixe-a drenar completamente antes de devolvê-la ao seu recipiente à prova d’água.

Mantenha o composto úmido da primavera ao outono e reduza a frequência no inverno, aplicando umidade somente quando a superfície da terra estiver seca.

Continua após a publicidade

3. Adicione nutrientes e aumente a umidade

Calathea de folhas arredondadas verde claras com pinceladas de verde escuro. Algumas folhas estão enroladas em si, como canudos.
Avalon.red/Alamy Stock Photo/Reprodução

Adicione um fertilizante diluído pela metade a cada duas semanas da primavera ao outono – as plantas não precisam ser alimentadas no inverno.

Para aumentar os níveis de umidade ao redor de suas plantas, borrife-as a cada poucos dias com água morna, como faria ao cuidar de plantas aéreas, ou coloque seus vasos em bandejas rasas cheias de seixos e completadas com água. Alguns aficionados podem até instalar umidificadores para manter essas belezinhas contentes.

Coisas que podem matar uma calathea

Close de Calathea de folhas verde alongadas claras com pinceladas de verde escuro e partes de baixo roxas.
Jenny Dettrick/Getty Images
  • Excesso de água: Isso pode levar rapidamente ao apodrecimento, o que resulta na descoloração e colapso dos caules e folhas, matando a planta. Portanto, certifique-se de que seus vasos de plantas ofereçam boa drenagem e verifique se eles retêm muita água.
  • Pouca água: Isso também pode causar murchamento, ou as folhas podem enrolar e ficar marrons, mas esse problema é mais fácil de corrigir e raramente é fatal – basta regar sua planta conforme descrito acima que ela deve ficar bem.
  • Ar seco: Causa descoloração das folhas, logo, certifique-se de que sua planta seja borrifada a cada poucos dias ou coloque-a em uma bandeja de seixos úmidos, como faria com orquídeas.

Propagação de Calatheas

Calathea de folhas verde claras com pinceladas de verde escuro e partes de baixo roxas. Planta está fora do vaso apoiada sobre uma mesa úmida parcialmente exposta ao sol.
Fir Mamat/Alamy Stock Photo/Reprodução

Calatheas são fáceis de propagar por divisão. Para fazer isso, no início da primavera, pouco antes de as plantas entrarem em crescimento ativo, retire a planta do vaso e use uma faca afiada e limpa para cortar a raiz em seções.

Remova as folhas velhas ou machucadas de cada seção e verifique se todas as raízes parecem gordas e amarelas creme e, em seguida, replante-as em recipientes individuais cheios de substrato adubado.

Posso colocar minha calathea em ambiente externo?

Close de Calathea de folhas verde alongadas claras com pinceladas de verde escuro e partes de baixo roxas.
H. Mark Weidman Photography/Alamy Stock Photo/Reprodução

Depende de onde você mora. Se o seu clima local oferece temperaturas consistentemente quentes, acima de 18˚C de dia e de noite, então a resposta é sim, mas para as pessoas que vivem certas regiões mais ao sul do país ou em áreas de maior altitude, onde as noites podem ser mais geladas, a resposta é não. Isso ocorre porque essas plantas tropicais precisam de calor consistente e não se desenvolvem ao ar livre em áreas onde a temperatura flutua e pode cair abaixo de 16 ˚C.

Por que minha calathea tem pontas marrons?

Close de Calathea de folhas arredondadas verde claras com pinceladas de verde escuro. Algumas folhas estão ressecadas.
Helena Grishina/Alamy Stock Photo/Reprodução

As folhas de uma calathea podem ficar marrons se a planta estiver recebendo muita ou pouca água. Verifique se a terra está encharcada, se estiver, despeje o excesso de água do recipiente à prova d’água e deixe a planta em um escorredor por alguns dias para secar. Se o composto estiver seco, regue-o bem sobre a pia, garantindo que a umidade chegue até o fundo do vaso e deixe escorrer.

Certifique-se também de que a umidade ao redor da planta seja alta o suficiente, borrifando-a regularmente. Remova as folhas com pontas marrons na base de seus caules e novos brotos saudáveis devem surgir após algumas semanas.

Por que as folhas da calathea dobram à noite?

Close de Calathea de folhas arredondadas verde claras com pinceladas de verde escuro.
Nina Pintar/Pexels

Calatheas pertencem à mesma família das plantas de oração (Marantaceae), cujas folhas se dobram à noite como se estivessem rezando, daí o nome. As folhas de Calatheas também se movem. Ficam de pé ao anoitecer e se espalham durante o dia, quando a folhagem precisa capturar a luz do sol para fazer a fotossíntese.

Existem algumas teorias sobre por que eles fazem isso e uma das mais prováveis é que isso faz com que a umidade nas folhas escorra e, assim, evite o desenvolvimento de doenças fúngicas. Se as folhas não se levantarem à noite, pode ser porque seu quarto está muito claro ou muito frio.

Se as folhas de sua planta se enrolarem durante o dia, elas podem estar desidratadas ou sofrendo um ataque de insetos sugadores de seiva.

*Via Gardening Etc

Continua após a publicidade

Publicidade