Como plantar rosas a partir de mudas

O método funciona com espécies herbáceas e de caule lenhoso

Por Luiza Cesar Atualizado em 27 ago 2021, 23h28 - Publicado em 1 set 2021, 13h00
Claire Cohen/the spruce

Para quem se interessa em propagar plantas e multiplicar o seu jardim, enraizar estacas de caule é uma forma muito comum de fazer isso acontecer.

A rosa, por apresentar espécies populares e adaptáveis, torna o desenvolvimento de suas mudas em um processo fácil. Mas não se engane, isso não quer dizer que todos os cortes terão sucesso – faça extras para garantir que você tenha bons resultados.

Tima Miroshnichenko/Pexels

Com o certo passo a passo, você conseguirá cultivar novos ramos a partir de sua rosa saudável! Para isso, foque nas estacas de um novo crescimento, ao invés das velhas e endurecidas, pois têm maior probabilidade de enraizar com sucesso. Opte, também, por realizar o método na primavera ou início do verão, melhores épocas para colher mudas macias.

Selecione-as nas primeiras horas da manhã, que é quando a vegetação está bem hidratada, e evite a técnica quando ela estiver em plena floração. Nesse período, toda a energia está indo para a produção de flores e não no amadurecimento da raiz, logo, a sua evolução não será tão rápida.

Entenda como multiplicar as suas rosas a partir das seguintes instruções:

Você precisará de:

  • Tesoura de poda
  • Rosa madura
  • Hormônio de enraizamento
  • Recipiente
  • Areia e vermiculita ou substrato de rosa
  • Saco plástico ou papel filme

Como fazer:

 

Continua após a publicidade

cottonbro/Pexels

Comece cortando, em um ângulo de 45º, um segmento de 30 cm de um novo caule. Mire nas estacas das laterais do arbusto, essas geralmente são as melhores para o método.

 

Continua após a publicidade

Remova todas as flores ou botões ao longo da planta – assim elas não consomem energia e o galho pode reorientar suas forças para a sobrevivência e reprodução de suas raízes.

Faça o mesmo com as folhas, deixando apenas os dois primeiros conjuntos do ramo.

 

Continua após a publicidade

Com tesouras de poda afiadas, faça um novo corte na parte inferior da muda, logo abaixo do nó do caule – local onde surge as folhas ou hastes laterais. Em seguida, divida a ponta em quatro pedaços abertos com um comprimento de 6,35 mm.

 

Continua após a publicidade

Apesar do hormônio de enraizamento não ser necessário, ele pode ajudar a estimular o crescimento da muda. O produto pode ser em pó, líquido ou gel, opte pelo em pó para trabalhar com rosas.

Veja também

Antes de aplicar, umedeça levemente a ponta dividida e mergulhe-a no hormônio. Lembre-se de sacudir o excesso.

 

Continua após a publicidade

Encha um pequeno recipiente com pelo menos 15,24 cm de mistura para plantio formulada especialmente para rosas e faça um furo no substrato e insira a ponta fatiada para baixo. Tome cuidado para não espalhar nada e ao colocar o solo ao redor do caule. Depois, regue bem.

 

Continua após a publicidade

Cubra frouxamente o vaso com um saco plástico ou papel filme para ajudar a reter a umidade do solo. Certifique-se de não deixar o plástico tocar nas folhas remanescentes do ramo e não feche com muita força, o local precisa ser ligeiramente ventilado para que a condensação não se acumule. Esses dois cuidados previne doenças fúngicas.

Mantenha o solo úmido até que as raízes comecem a amadurecer, geralmente leva cerca de duas semanas. Para verificar se há formação, puxe a planta com cuidado, se houver resistência, provavelmente elas estão presentes.

Assim que estiverem desenvolvidas e firmemente estabelecidas ou quando brotos de folhas começarem a aparecer ao longo da muda, você pode transportá-la para um vaso ou para o solo.

Dicas

 

Continua após a publicidade

Sempre opte por tesouras de poda afiadas e novas. As ferramentas velhas podem esmagar os caules lenhosos em vez de produzir um corte limpo, tornando o pedaço suscetível ao apodrecimento por fungos. Limpe os seus instrumentos antes e depois de cada uso para evitar a transmissão de doenças.

Seja paciente ao cultivar, pode levar anos até que flores comecem a surgir na sua nova rosa. Mas não se preocupe com o tempo, o resultado e processo valem a pena.

*Via The Spruce

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade