Casa Created with Sketch.

Como cultivar filodendro rosa

Lindo e muito procurado, ele está no topo da lista de desejos de muitos colecionadores 

 (SEE D JAN/Getty Images)

Vai um toque rosa aí? Caracterizada por folhas verdes em forma de coração com traços de rosa chiclete, Philodendron erubescens é verdadeiramente único no mundo das plantas. Sua variegação ocorre devido a processos naturais.

Aprender como cuidar adequadamente de seu filodendro rosa é a chave para garantir que ele mantenha uma cor brilhante. Felizmente, como acontece com muitas mudas do gênero, seu cuidado é bastante simples. A espécie é perene, com tamanho adulto de 60 cm a 1,2 m de altura e largura.

Cuidados

 

Nativa da Colômbia, o filodendro rosa é da família Araceae e muito fácil de cultivar. Dito isso, há algumas coisas importantes que se deve ter em mente para garantir que você esteja maximizando a variegação nas folhas.

Luz

Fornecer iluminação suficiente à sua muda é o fator mais importante que influencia a quantidade de cor que terá. Escolha um local que receba várias horas de luz indireta e brilhante.

Quando cultivada dentro de casa, a espécie também pode tolerar algumas horas de claridade direta, o que pode ajudar no seu desenvolvimento. Se você não tem um local adequado, é recomendado comprar uma lâmpada de cultivo. Caso contrário, as folhas começarão rapidamente a voltar ao verde e perderão seu impressionante tom.

Solo

Por fazer parte da família Araceae, o filodendro rosa gosta de solo arejado e bem drenado, rico em matéria orgânica. Uma mistura de uma parte de substrato padrão, de perlita e de casca de orquídea é ideal.

Água

 

Ague bem e deixe a metade superior do solo secar entre as regas. Certifique-se de que a muda nunca está sentada em substrato alagado, pois são suscetíveis à podridão das raízes.  Se você não tiver certeza se precisa de água, tome cuidado e espere outro dia.

Veja também

Temperatura e umidade

 

A espécie se dá melhor em condições quentes e úmidas – embora os níveis típicos de temperatura e umidade domésticos sejam bons para essas plantas resistentes. O ideal é manter seu ramo em temperaturas entre 18 a 26ºC e fuja de temperaturas abaixo de 15ºC.

Fertilizante

Durante a estação de crescimento (primavera e verão), ele se beneficia de alimentações mensais regulares com um fertilizante líquido balanceado. Pare de fertilizar no início de outono, quando entrar no período de dormência.

 (Gary Barnes/Pexels)

Propagação 

Como acontece com a maioria dos filodendros, esta espécie pode ser facilmente propagada por estacas de caule. Isso ajudará você a criar uma nova planta, e deixará a existente mais arbustiva e com uma variegação intensa (especialmente se as folhas começaram a reverter).

Veja como você pode fazer isso por meio de estacas em apenas algumas etapas fáceis:

Primeiro, escolha onde você vai cortar o caule. Escolha um corte que tenha de duas a três folhas e a mesma quantidade de nós expostos na parte inferior do corte. Use uma tesoura de poda afiada e separe a abertura que acabou de realizar.

 (Anna Tarazevich/Pexels)

Remova as folhas inferiores do corte, deixando apenas duas ou três folhas no topo. Deixe o pedaço de lado por 12 a 24 horas – para permitir que a borda endureça. Depois, coloque em água e em um local que receba luz indireta brilhante. Veja se os nós expostos estão submersos o tempo todo.

Dentro de 2 a 3 semanas, você deve começar a notar novas raízes brotando da muda. Uma vez que elas tenham crescido até pelo menos 2,5 cm de comprimento, o pedaço pode ser transferido de volta para o solo. Use uma mistura de substrato bem drenada e muita água.

 (Hortus Cultivo Urbano/Reprodução)

Pragas e doenças comuns 

O filodendro rosa é suscetível a uma série de pragas e doenças comuns de ramos domésticos. As pragas comuns incluem cochonilhas, pulgões, ácaros, cochonilha de escama e mosquitos do fungo. As doenças incluem podridão da raiz, que é consequência do excesso de água, e a mancha de ferrugem, que surge de uma infecção fúngica.

 (Teona Swift/Pexels)

Problemas frequentes

Com os devidos cuidados, eles são relativamente livres de problemas – estes geralmente surgem de irrigação, umidade ou luz inadequadas.

Bordas marrons

As bordas douradas das folhas são, geralmente, resultado da falta de umidade, que faz com que as folhas comecem a secar. Infelizmente, não há como reverter o dano depois que ele aconteceu, mas se você aumentar a umidade ao redor da planta, isso deve evitar o escurecimento ainda maior.

 (Reprodução/bloomscape)

Partes marrons

A última coisa que você quer ver em sua bela variação rosa são manchas marrons, mas isso pode acontecer se você expor ela a uma luz muito forte.

Os delicados toques de cor tendem a queimar sob condições de iluminação adversas, gerando grandes manchas de queimadura. Às vezes, isso também pode aparecer por causa da falta de umidade, conforme mencionado acima.

 (Lisa/Pexels)

Por que minha muda está perdendo sua tonalidade rosa?

Provavelmente, isso se deve à falta de iluminação. Verifique se o ramo está recebendo luz indireta e brilhante e nunca o posicione em condições de pouca claridade.

E por que está ficando comprida?

O crescimento de pernas compridas é uma indicação de que sua muda não está recebendo luz suficiente, fazendo com que as folhas tentem “alcançar” o brilho. Mova seu vaso para um local mais claro para que esses novos crescimentos longos não surjam.

*Via The Spruce

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.