Casa Created with Sketch.

Antúrio filtra o ar e ajuda a eliminar gases tóxicos de ambientes internos

A "flor do coração", como é conhecida, ainda reduz alergias e está sendo usada neste mês como campanha para a saúde cardiovascular

 (Divulgação/Casa.com.br)

Você conhece o antúrio? Com suas cores vibrantes e flores de formatos exóticos, a planta é frequentemente chamada de “flor do coração“. Não é por acaso, inclusive, que está sendo usado pelos produtores da Cooperativa Veiling Holambra para apoiar o Setembro Vermelho.

Escolhido para a dedicação de campanhas que visam a diminuição dos casos de infartos, derrames e outras complicações cardiovasculares – ainda uma das maiores causas de mortes no mundo – o mês celebra, no dia 29, o Dia Mundial do Coração.

 (Divulgação/Casa.com.br)

Buscando somar às campanhas, a Expoflora deste ano exibe estruturas no formato de coração com antúrios vermelhos de todos os tamanhos, além de canteiros e arranjos compostos pela planta.

A flor do coração será usada para ajudar a divulgar as recomendações simples para quem quer ficar longe dos riscos de infarto: alimentação equilibrada (mais natural, livre de conservantes e compostos químicos), check-up anual, prática de esportes (caminhada leve, andar de bicicleta e natação, entre outros), manutenção do peso ideal e afastamento do cigarro e de outras toxinas.

 (Divulgação/Casa.com.br)

Apesar do formato e apelido sugestivos, o bem que o antúrio traz vai muito além da conscientização: o vegetal também funciona como purificador de ar. Estudos da NASA, por exemplo, demonstram que esta é uma das plantas mais indicadas para eliminar gases tóxicos de ambientes internos.

Com suas folhas escuras, o antúrio tem o poder de sugar a amônia (usada como gás de refrigeração), o formaldeído (formol), o tolueno (presente em colas, gasolina, tintas, removedores, agentes de limpeza, fumaça do cigarro e cosméticos) e xileno (usado em solventes).

 (Divulgação/Casa.com.br)

Pesquisas realizadas pelo Fytagoras (centro de fitotecnologia estabelecido na Holanda), ainda, atestam que o antúrio diminui em minutos o formaldeído do ambiente quando comparado com um espaço sem plantas.

Outro estudo, da CNmy Construction, indica que os antúrios reduzem os VOCs (composto orgânico volátil, na sigla em inglês) em prédios em mais de 50% no período de 24 horas e em quase 100% em três dias.

E, segundo o portal Into Green, o ar limpo e o melhor nível de umidade reduzem alergias e evitam afastamentos do trabalho. Depois de ler tudo isso, o que você está esperando para encher sua casa de antúrios?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s