Casa Created with Sketch.

6 dicas para regar corretamente suas plantas

O “excesso de amor” e de água pode ser bastante prejudicial para sua plantinha

Pessoa com calça jeans e blusa de manga comprida branca sentada no chão regando planta em vaso de barro. Regador cobre.

 (Better Homes and Gardens/Reprodução)

Como regar plantas?

Um dos erros mais comuns cometidos por novos pais e mães de plantas é regar demais. Sim, infelizmente, é possível que você dê às suas plantas muito de uma coisa boa! Todas as plantas precisam de água, não estamos dizendo para você largar suas amigas secando, mas é preciso saber dosar a quantidade.

Biologicamente, a lógica é a seguinte: as raízes absorvem água e enchem as células da planta, fortalecendo suas fibras para produzir folhas e caules fortes, porém, as plantas também precisam de ar, então ter espaços “vazios” no solo é fundamental.

Gif de Padrinhos Mágicos. Mulher segura vaso de planta e ela imediatamente seca

 (Tenor/Reprodução)

Ou seja, quando você rega demais sua planta, não sobra nenhum ar no solo, impedindo que ela seja capaz de respirar. A umidade em excesso também torna as plantas muito suscetíveis à doenças como podridão da raiz e fungos. Veja abaixo como regar adequadamente suas plantas, para deixá-las felizes e saudáveis!

1. O vaso importa

A maioria das plantas que você compra vêm em vasos de cultivo. Esses vasos devem ser recipientes temporários para suas plantas, não casas permanentes. As plantas mantidas em vasos dos cultivadores por longo prazo são quase sempre enraizadas no recipiente, o que inibe seu crescimento, torna difícil regá-las adequadamente e pode torná-las mais suscetíveis a doenças.

Cinco vasos verde claros alinhados. com jiboias, espadas de são jorge e outras folhagens

 (Crest Property Investments./Reprodução)

Para manter suas plantas saudáveis, elas precisam de vasos do tamanho correto para o tamanho da planta. Os vasos também precisam de orifícios de drenagem para ajudar a secar o solo após a rega e devem estar em um pires para permitir que você regue completamente e capture o excesso de água.

2. Plantas diferentes têm necessidades diferentes

Assim como as pessoas, as plantas se desenvolvem em várias condições de umidade, dependendo do tipo de planta e do ambiente. Se você está se perguntando com que frequência deve regar suas plantas, primeiro você precisa aprender a linguagem de suas plantas para saber quando é a hora de regar.

Suculenta em detalhe. Folhas formam padrão que parece uma rosa

 (Divulgação/Casa.com.br)

Suculentas, por exemplo, gostam de ser mantidas no lado seco e são altamente suscetíveis ao apodrecimento se forem regadas em excesso. Plantas tropicais em vasos, como samambaias e calateiras, precisam ser mantidas sempre úmidas, enquanto outras plantas preferem secar um pouco entre as regas.

E ao invés de definir um cronograma estrito de rega, é melhor prestar atenção quando o solo está seco. Certifique-se de usar seu dedo ou medidor de umidade para verificar alguns centímetros abaixo da camada superficial do solo e, se você não estiver detectando nenhuma umidade, é hora de regar.

Veja também

3. Regue o solo, não as folhas

 

Vaso de barro com folhagem. Mão segurando pequena jarra de vidro para regar a planta

 (Treehugger/Reprodução)

Também é importante evitar respingar nas folhas ao regar sua planta. Certifique-se de que o bico do regador está abaixo das folhas e direcionado apenas para o solo. Este método fácil ajuda a prevenir infecções bacterianas, infecções fúngicas e outros problemas de saúde.

4. Regue completa e uniformemente

Se você regar apenas um lado, as raízes e as folhas crescem em direção à água que está disponível naquele lado. Para manter sua planta cheia e exuberante, regue uniformemente em todo o vaso. Regue bem até que a água escorra do fundo do vaso para o pires.

5. Jogue fora qualquer excesso de água

 

Uma mão segurando um vaso de barro com uma planta. Outra mão rega a planta com vaso prateado

Semelhante a como as pessoas não gostam de seus pés com sapatos ou meias molhados, as plantas também não gostam que suas raízes sejam mantidas em solo excessivamente úmido. Quando as raízes de uma planta permanecem em solo encharcado por muito tempo, sua planta eventualmente apodrece.

Depois de regar bem, espere alguns minutos até que a água saia pelos orifícios de drenagem no pires e, em seguida, descarte o excesso de água para evitar solo encharcado e “pés molhados”.

6. Considere as estações

Muitas plantas ficam dormentes durante as estações mais frias, conservando energia e retardando seu crescimento. Como resultado, as plantas requerem muito menos água do que no verão. Essa mudança de comportamento torna ainda mais importante aprender a linguagem de sua planta específica e dedicar algum tempo para entender quando ela está realmente precisando de rega.

Planta em vaso marrom em frente à janela de vidro.

 (Lesly Juarez/Unsplash/Casa.com.br)

A temperatura interna é outro fator importante para manter uma planta de casa saudável, principalmente com a mudança das estações. Certifique-se de aprender quais níveis de temperatura e umidade suas plantas precisam e faça o seu melhor para reproduzir essas condições ambientais.

*Via Bloomscape

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.