17 plantas para ter no banheiro

Escolha as plantas certas para deixar seus banhos mais verdes

Por Redação Atualizado em 29 abr 2022, 20h48 - Publicado em 30 abr 2022, 13h00
Samambaia em vaso branco dentro de banheiro.
Candace Madonna/the spruce

Plantas de interior podem tornar os banheiros lugares mais agradáveis, acrescentando um toque de vegetação à decoração e melhorando a qualidade do ar.

Um banheiro é tipicamente um ambiente quente e úmido que fornece o cenário perfeito para algumas plantinhas de casa, e a água para irrigá-las está sempre à mão. No entanto, você ainda precisa escolhê-las com sabedoria, porque essas condições nem sempre são ideais, por exemplo:

  • Embora um banheiro forneça bastante ar quente e úmido durante o banho, o ambiente fica mais frio e menos úmido quando não está em uso, especialmente à noite. Essas grandes flutuações de temperatura não são ideais para muitas plantas.
  • Nem todas as plantas gostam de alta umidade: as suculentas preferem condições mais secas e apodrecem se mantidas constantemente úmidas; algumas plantas de casa podem mofar em alta umidade.
  • Alguns banheiros recebem níveis muito baixos de luz solar. Não desista se esse for o caso do seu banheiro. As lâmpadas fluorescentes fornecem muita luz em comprimentos de onda que as plantas podem usar.
  • Você precisa considerar esses três fatores ao escolher plantas para um banheiro: pouca luz, alta umidade e variações de temperatura. Aqui estão algumas sugestões:

1. Arpargo pendente (Asparagus densiflorus)

Aspargo pendente dentro de cesto branco.
Leticia Almeida/the spruce

Volumoso e vívido, os aspargos pendentes adoram a umidade de um banheiro. Eles se saem bem em luz moderada ou plena, então um local perto de uma janela é ideal. Ele parece macio ao toque, mas as hastes têm espinhos, então cuidado. Pode crescer até 60 cm, com galhos que podem se estender lateralmente até 1,80 m.

  • Variedades de cores: Folhagem verde pálida
  • Exposição ao sol: luz artificial brilhante ou luz solar da janela
  • Necessidades do solo: solo para vasos bem drenado.

AVISO

Esta planta é altamente tóxica – mantenha-a longe de animais de estimação e crianças pequenas.

2. Bambu (Bambusa Spp.)

Close de bambu.
Leticia Almeida/the spruce

O cultivo de bambu em vasos controla seu tamanho e propagação, um fator importante uma vez que ele pode se tornar muito invasivo quando plantado no jardim. Mas mesmo confinados, os bambus podem se tornar grandes, exigindo replantio anual.

As variedades que se aglomeram precisarão ser replantadas com menos frequência do que aquelas que se espalham. Durante a estação de crescimento, alimente o bambu semanalmente com um fertilizante diluído rico em nitrogênio, reduzindo para mensalmente no inverno.

  • Variedades de Cor: Folhagem verde pálida a escura; formas variadas
  • Exposição ao sol: Sol pleno a sombra parcial
  • Necessidades do solo: Prefere misturas para vasos arenosas, mas tolera a maioria de substratos

3. Begônia (Begônia Spp.)

Begônia em vaso de barro.
Kara Riley/the spruce

Muitos tipos de begônias crescem bem em vasos e se beneficiam do calor e da umidade de uma prateleira de banheiro. Em particular, as begônias rei (Begonia rex), com sua folhagem vistosa, crescem bem em ambientes fechados.

As begônias gostam de condições úmidas, mas não de solo encharcado, o que pode causar apodrecimento das raízes. Elas que são apreciadas por suas flores precisam de um ponto brilhante no banheiro com um pouco de luz solar direta da manhã. As begônias cultivadas por sua folhagem precisam de um local claro, longe da luz solar direta.

  • Variedades de cores: Folhagem verde-clara, verde-escura, bronze ou variegada. Algumas variedades são cultivadas pelas flores, enquanto outras são cultivadas por sua folhagem.
  • Exposição ao sol: Para estimular a floração, forneça luz solar direta; para variedades cultivadas por sua folhagem, forneça luz filtrada.
  • Necessidades do solo: As begônias se saem melhor em misturas para vasos de uso geral.

4. Bromélias (Vários Gêneros)

Close de uma bromélia rosa.
Letícia Almeida/the spruce

As bromélias são espécimes incomuns; elas prontamente produzem flores duradouras em locais onde a maioria das plantas de casa não florescem. Elas desabrocham com flores amarelas, rosas ou vermelhas no inverno, e a floração dura várias semanas.

As bromélias incluem vários gêneros de plantas diferentes e dezenas de espécies, muitas das quais são epífitas (atraem umidade do ar e não do solo). São ideais para aproveitar a umidade de um banheiro, mas também precisam de boa circulação de ar, que pode ser fornecida ligando o exaustor ou configurando um pequeno ventilador portátil para funcionar algumas horas por dia.

Alimente-as com um fertilizante para orquídeas (embora não sejam orquídeas, elas requerem os mesmos nutrientes).

  • Variedades de cores: Folhagem verde escura e flores rosas ou vermelhas
  • Exposição ao sol: A luz indireta é a melhor. Tolerarão algumas horas de luz solar direta todos os dias, mas não as coloque no sol quente da tarde, pois pode queimar as folhas.
  • Necessidades do Solo: O solo depende do gênero e da espécie; aquelas que exigem solo se dão bem em uma mistura de vasos para suculentas.

5. Planta de Ferro Fundido (Aspidistra elatior)

Planta de ferro fundido em vaso de barro.
Kara Riley/the spruce

Esta planta ganhou seu nome popular, porque é muito difícil de matá-la. Aspidistra elatior é uma excelente planta de casa de baixa manutenção. Uma espécie tropical que cresce de 60 a 90 cm de altura, esta é uma das raras plantas de casa que toleram sombra quase total.

Variedades coloridas precisam de mais luz do que espécimes verdes sólidas. Também não requerem alta umidade, tornando-a boa para banheiros de hóspedes que não são usados com frequência.

  • Variedades de Cor: Folhagem verde-médio; raramente floresce quando cultivada como planta de casa
  • Exposição ao sol: Luz baixa e indireta; tolera sombra total
  • Necessidades do solo: mistura para vasos bem drenada e turfosa

6. Aglaonema (Aglaonema Spp.)

Aglaonema viçosa.
Letícia Almeida/the spruce

Poucas plantas são tão tolerantes e adaptáveis quanto a aglaonema, composta por cerca de 20 espécies do gênero Aglaonema. Essas plantas perenes tropicais de folhas grandes irão prosperar mesmo se você esquecer de regá-las e alimentá-las.

Embora eles amam umidade, também toleram o ar seco, desde que você as mantenha longe de correntes de ar frias, que podem danificar as folhas. Elas crescem de 25 cm a 1,20 m de altura, dependendo da variedade; algumas culturas têm coloração cinza-esverdeada e até rosa.

  • Variedades de cores: Verde escuro; algumas variedades são coloridas
  • Exposição ao sol: Luz baixa e indireta; sem sol direto
  • Necessidades do solo: mistura para vasos rica e bem drenada

7. Cróton (Codiaeum variegatum var.)

Close de cróton.
Kara Riley/the spruce

Você encontrará plantas de cróton em uma variedade de folhagens de cores vivas. Essas plantas perenes tropicais de folhas largas crescem lentamente, mas podem chegar a até 1,80 m de altura e 1 m de largura, então certifique-se de dá-las espaço suficiente.

As crótons precisam de luz forte, mas indireta, e muita umidade e umidade, embora não gostem de ficar em solo úmido. Espere até que a superfície do solo esteja seca antes de regar. Reduza a rega no final do outono e inverno.

  • Variedades de cores: Verde ou combinações de amarelo, rosa, laranja, vermelho, bronze, roxo e verde
  • Exposição ao sol: luz brilhante e indireta
  • Necessidades do solo: mistura de vasos bem drenada e úmida

8. Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia spp.)

Close de folhas verdes de uma comigo-ninguém-pode.
Krystal Slagle/the spruce

Comigo-ninguém-pode, também conhecidas por seu nome botânico dieffenbachia, se saem bem com o mínimo de cuidado. Regue-os quando o solo estiver seco (sinta apenas alguns centímetros abaixo da superfície).

Esta planta requer mais luz durante os dias curtos de inverno e luz filtrada no verão. Gire sua planta todos os meses para que ela cresça uniformemente. Elas podem crescer vários metros de altura.

  • Variedades de cores: Combinações de folhagem verde e amarela/branca
  • Exposição ao sol: luz brilhante e indireta
  • Necessidades do solo: mistura de vasos solta e de drenagem rápida

AVISO

É altamente tóxica para humanos, cães e gatos, portanto, mantenha-as fora do alcance de crianças e animais de estimação.

9. Samambaias (vários gêneros)

Samambaia em vaso de barro.
Leticia Almeida/the spruce
Continua após a publicidade

As samambaias são uma família única de plantas amantes da sombra que se reproduzem através de esporos em vez de flores e sementes. Muitas samambaias são ótimas plantas de casa e podem lidar com as flutuações de temperatura e umidade em um ambiente de banheiro.

Algumas podem até ser cultivadas diretamente em um chuveiro, onde são regularmente encharcadas. Samambaias recomendadas para o banheiro incluem a de Boston (Nephrolepis exaltata), avenca (Adiantum spp.), samambaia de ninho de pássaro (Asplenium nidus) e samambaia de botão (Pellaea rotundifolia).

  • Variedades de cores: Verde claro a escuro, dependendo da espécie
  • Exposição ao sol: Depende da espécie
  • Necessidades do solo: Depende da espécie; a maioria prospera em mistura de envasamento úmida e bem drenada

10. Gardênia (Gardenia jasminoides)

Flor branca de gardênia.
Lisa Kling/Getty Images/the spruce

As gardênias mais cultivadas como plantas de interior são a G. jasminoides, também conhecida como jasmim gardênia. Essas plantas perenes tropicais de folhas largas não são particularmente fáceis de cultivar em ambientes fechados, porque respondem mal a correntes de ar frias ou ondas repentinas de calor.

No entanto, elas podem crescer bem nas condições úmidas de um banheiro, desde que recebam luz suficiente. As gardênias podem ser plantas grandes, crescendo até 1,80 m de altura, mas podem ser mantidas menores com podas frequentes. Alimente com um fertilizante ácido.

  • Variedades de Cor: Folhas verdes escuras; flores brancas
  • Exposição ao sol: precisa de seis a oito horas de luz solar para floração
  • Necessidades do solo: Mistura de envasamento ácida e bem drenada rica em musgo de turfa

11. Orquídeas (Família Orchidaceae, Vários Gêneros)

Close de flor de orquídea rosa.
Alonda Baird/the spruce

As orquídeas compreendem centenas de espécies em dezenas de gêneros da família de plantas Orchidaceae. Muitas orquídeas são ideais para o cultivo em banheiros que não ficam muito frios. Algumas espécies são plantadas no solo, enquanto outras são epífitas (plantas aéreas) que absorvem a umidade do ar.

As orquídeas podem florescer por semanas e, como algumas variedades são plantas pequenas, você pode agrupar várias. Alguns preferem luz moderada; outras precisam de luz brilhante.

  • Variedades de cores: rosa, vermelho, roxo, branco, dependendo da variedade
  • Exposição ao sol: Depende da variedade, mas precisa de luz para flores
  • Necessidades do solo: Depende do tipo, mas geralmente requer uma mistura de cascas para orquídeas

12. Lírio da paz (Spathiphyllum spp.)

Lírio da paz com uma flor branca.
Cara Cormack/the spruce

Os lírios da paz são plantas elegantes que requerem cuidados mínimos. Eles se saem melhor com rega regular e apreciam a umidade no banheiro. Não permita que o solo permaneça seco por longos períodos.

Os lírios da paz se dão bem com luz limitada, no entanto, se sua planta não estiver florescendo, pode precisar de um local um pouco mais claro. Ao alimentar, use uma mistura de fertilizante bem diluída.

  • Variedades de Cor: Folhagem verde brilhante; flores brancas
  • Exposição ao sol: luz brilhante e filtrada
  • Necessidades do solo: mistura de envasamento bem drenada

13. Philodendron (Philodendron Spp.)

Filodendro em um cesto.
Margot Cavin/the spruce

Os filodendros são plantas tropicais que prosperam em condições de banheiro. Algumas variedades produzem vinhas ou trilhas com caules de até 6 m e outras crescem na vertical. Ambos os tipos são relativamente fáceis de cultivar. Se você regar muito ou pouco, a planta deixará suas folhas caírem.

No entanto, prefere solo consistentemente úmido. Os filodendros precisam de luz brilhante e indireta; muita sombra cria caules finos.

  • Variedades de Cor: Folhagem verde-escura; algumas cultivares têm folhas variegadas
  • Exposição ao sol: luz brilhante e indireta
  • Necessidades do solo: mistura de envasamento à base de terra

14. Jiboia (Epipremnum aureum)

Jiboia em vaso de barro.
Kara Riley/the spruce

Muito parecida com a variedade de folhas de coração de Philodendron (P. hederaceum), a jiboia é uma planta quase indestrutível. Como planta de interior, é comum ver espécimes de crescerem até 1,80 m a 3 m ou mais.

No entanto, se você podar regularmente as hastes até um pouco acima de uma folha, a planta ficará mais cheia e espessa. Regue sempre que o solo estiver seco. A jiboia prosperará com pouca luz ou luz indireta.

  • Variedades de cores: Folhagem verde a amarelo marmoreado
  • Exposição ao sol: luz brilhante a sombra quase total
  • Necessidades do solo: mistura de envasamento geral rica em musgo de turfa

AVISO

Todas as partes da planta pothos são venenosas se ingeridas.

    15. Espada de São Jorge (Sansevieria trifasciata)

    Espada de São Jorge em vasso.
    Alonda Baird/the spruce

    Um outro nome comum para esta planta é língua-da-sogra. São plantas de baixa manutenção e seu crescimento vertical oferece um bom contraste com as plantas rasteiras e trepadeiras. Dependendo da variedade, as plantas maduras podem ir de 20 cm a 1,20 m de altura. Se as folhas começarem a se abrir, segure-as com barbante para mantê-las crescendo na vertical.

    Espadas de São Jorge preferem luz brilhante, mas podem lidar com condições abaixo das ideais. Variedades coloridas precisam de mais luz, ou podem reverter para folhagem totalmente verde. As plantas em vasos podem ser movidas para locais à sombra, ao ar livre, no verão. Regue quando os 2 cm superiores do solo estiverem secos.

    • Variedades de cores: Folhas verde-escuras com listras cinza-esverdeadas ou amarelas douradas
    • Exposição ao sol: luz brilhante e quente; evitar a luz solar direta
    • Necessidades do solo: mistura de envasamento à base de solo

    16. Clorofito (Chlorophytum comosum)

    Clorofito em vaso branco.
    Krystal Slagle/the spruce

    Os clorofitos gostam de crescer em locais apertados, portanto, não as plante em um recipiente muito maior que a raiz. Plantas maduras regularmente emitem longos caules que carregam pequenas flores em forma de estrela.

    Uma vez que as flores caem, pequenas plântulas se formam em seu lugar. Essas plântulas finalmente crescem suas próprias raízes e podem ser removidas e replantadas para cultivar mais clorofitos.

    Essas plantas de baixa manutenção toleram luz brilhante, mas as folhas queimam em pleno sol. Eles preferem temperaturas relativamente frias (mas não geladas). Normalmente crescem 60 cm de largura e 60 cm a 90 cm de comprimento em vasos.

    • Variedades de cores: Folhagem verde, às vezes listrada de branco
    • Exposição ao sol: luz solar indireta e brilhante
    • Necessidades do solo: mistura de envasamento solta e de drenagem rápida

    17. Figueira (Ficus benjamina)

    Árvore de figueira pequena dentro de vaso, em um canto de sala.
    Krystal Slagle/the spruce

    Se você tem espaço para uma pequena árvore, a figueira pode enfeitar um banheiro. No entanto, ela não gosta de mudanças bruscas de temperatura. As correntes de ar frias podem fazer com que ela deixe cair as folhas, mas elas se recuperaram.

    Embora goste de umidade, ela não gosta de ser regada em excesso e ficar em solo úmido. Espere para regar até que a parte superior do solo esteja seca. As figueiras preferem luz brilhante e indireta e precisam de mais luz em ambientes fechados do que quando cultivadas ao ar livre.

    • Variedades de Cor: Folhas verdes brilhantes; algumas variedades são variegadas
    • Exposição ao sol: Luz brilhante; gosta de um pouco de luz solar quando cultivado dentro de casa
    • Necessidades do solo: Mistura de envasamento rica e de drenagem rápida

    Considere o tipo de banheiro

    As plantas para um banheiro geralmente são escolhidas com a suposição de que precisam tolerar condições úmidas. No entanto, a umidade constante está realmente presente apenas em banheiros principais ou familiares, onde o chuveiro ou a banheira são usados com frequência.

    Em um banheiro de hóspedes ou lavabo, as condições podem ser relativamente secas na maioria das vezes, além de serem mais escuras do que em um banheiro familiar. Certifique-se de considerar a natureza do banheiro e escolher plantas adequadas a essas condições. As plantas para um banho de hóspedes precisam ter uma boa tolerância a condições mais secas e escuras.

    *Via The Spruce

    Continua após a publicidade

    Publicidade