Casa Created with Sketch.
Mais Verde

O guia da horta: 10 ervas para você cultivar em casa

Já pensou em ter uma hortinha particular? É uma forma de dar mais sabor e frescor à suas receitas

Nada melhor do que uma comida bem temperada. Além disso, há um  realce de sabor quando o tempero é colhido na hora e adicionado à receita em seguida. Confira abaixo dicas que irão te auxiliar no plantio de algumas ervas. Não se esqueça de retirar plantinhas invasoras, pois elas que podem sugar nutrientes essenciais para o desenvolvimento da planta.

Hortelã

A hortelã é um ingrediente muito usado na culinária, tanto no preparo de doces quanto salgados. Além disso, rende um chá que é excelente para auxiliar na digestão

Ambiente:

Clima temperado ou ameno, suporta bem as baixas temperaturas, mas não o congelamento do solo. Existem também espécies que toleram altas temperaturas.

Solo:

Solos fofos, adubados e úmidos.

Plantio:

Escolha bem o vaso em que irá plantar, pois se tiver rachaduras as raízes não ficarão contidas e irão se espalhar pelo espaço. Caso plante em um canteiro ou, até mesmo, em um vaso comum, coloque adubo e enterre bem as raízes para evitar que a hortelã avance pelo local,  pois ela pode danificar o crescimento de outras plantas.

Exposição ao sol:

Luz pela manhã e sombra parcial no período da tarde. É uma espécie que gosta de luminosidade. Ao plantar em ambientes fechados, certifique-se de que a hortelã receberá boa luz solar pela manhã e que esteja longe de objetos que possam esquentar e até queimar as folhas.

Regas:  

Precisam ser diárias e abundantes, mas não a ponto de encharcar a terra.

Colheita:  

Para prolongar a época de colheita, retire as folhas de hortelã antes que as flores apareçam.

Manjericão

O que seria da pizza marguerita sem o manjericão? Além de combinar muito massas, esse tempero harmoniza bem com carnes e aves. Você pode incrementar suas receitas e além disso, pode plantá-lo em casa

Ambiente: 

Precisa ser cultivado em lugares com temperatura superior a 18°C.  Já em regiões em que o clima quente predomina, pode ser cultivado o ano todo.

Solo:  

Terra afofada e adubada.

Plantio:

Plante as sementes com aproximadamente 1 cm. Você pode colocar de duas à três sementes por buraco. Lembre-se de retirar as flores, pois elas roubam o perfume e até os nutrientes das folhas

Exposição ao sol:

Precisa ficar exposto à luz solar direta por pelo menos 4 horas diárias

Regas:

Diária e moderada, pois o solo precisa estar levemente úmido.

Colheita:  

Pode ser colhido entre 60 e 90 dias após o plantio.

Alecrim

Este delicioso tempero de aroma marcante, combina muito bem com carnes,batata assada, pães e até em sorvetes. Além de ser utilizado com tempero, o alecrim pode ser usado para perfumar o ambiente

Ambiente:

Lugares em que o clima é mais quente são os melhores para seu crescimento. É bom evitar locais com excesso de umidade, já que o alecrim não se desenvolve bem em regiões chuvosas e de solo muito úmido. Caso more em uma região muito fria, mantenha seus vasos com alecrim dentro de casa.

Solo:

Secos, bem drenados e arenosos. Porém, pode se adaptar a outros tipos de solo.

Plantio:

A forma mais fácil de plantar alecrim é por meio de mudas, mas pode ser utilizado o método utilizando galhos e sementes para o plantio, a estaquia.

Exposição ao sol:

Deve receber luz solar de uma forma que o atinja diretamente, por pelo menos cinco horas diárias.

Regas:

No início deve ser regado com frequência. Porém, quando já está desenvolvida pode ficar até 3 dias sem ser regada.

Colheita:

Pode ser colhido 90 dias após ter sido plantado

Orégano

Famoso por ser usado em pizzas e molhos, o orégano possui propriedade antioxidante e auxilia no processo digestivo

Ambiente:

Entre 21°C e 25°C, mas se adapta bem à outras temperaturas,como mais altas ou bem mais baixas.

Solo:

Se possível, fértil e bem drenado. Porém, também pode crescer em solos pobres. Além disso, o solo calcário é o mais favorável para o desenvolvimento do orégano.

Plantio:

Pode ser cultivado por sementes, mudas, ou por estaquia. Lembrando que o  plantio por semente demora mais do que as outras opções.

Exposição ao sol:

Precisa de pelo menos 4 horas diárias de luz solar direta e, quanto mais receber os raios solares, mais aromáticas crescerão as folhas.

Regas:

É recomendado que o solo não fique seco por muito tempo nem muito úmido. A falta ou o excesso de água podem prejudicar o crescimento de sua planta.

Colheita:

Pode ser colhido quando a planta atingir cerca de 20 centímetros de altura. Além disso, o melhor momento para colher o orégano é quando suas flores começam a abrir (colha as flores, pois elas podem ser utilizadas como condimento), já que é a época em que as folhas têm o melhor sabor.

Tomilho

Ótima combinação com carnes vermelhas e peixes, molhos e legumes, o tomilho se destaca no jardim e assim como o alecrim, perfuma o local com um aroma agradável

Ambiente:

Pode ser cultivada em locais com temperaturas entre 4°C e 28°C.

Solo:

É preciso um solo bem drenado e arenoso.

Plantio:

Pode ser realizado em vasos (o ideal são aqueles que têm, pelo menos, 15 cm de profundidade) ou combinado com outras plantas na horta. Ele ainda pode ser utilizado como decoração de alguns vasos.

Exposição ao sol:

Precisa de muita luminosidade, pelo menos 5 horas diárias em luz solar direta.

Regas:

Recomenda-se que seja irrigado a cada dois dias, pois evita com que a terra não fique muito molhada. Afinal, quanto menor a umidade no vaso em que está o tomilho, melhor será seu aroma.  

Colheita:

Pode ser colhido entre 60 e 90 dias após o plantio da semente, quando a planta está desenvolvida. Para obter um sabor mais forte, colha o tomilho um pouco antes das flores aparecerem.

Salsa

A salsa, ou salsinha como é geralmente chamada, é muito utilizada na finalização de diversos pratos, como sopas, omeletes, o famoso vinagrete, molhos e carnes. Além disso, possui sabor suave, mas se for acrescentada em excesso pode acabar roubando o sabor do prato

Ambiente:

Locais com temperaturas amenas que não ultrapassem os 22°C. Caso não seja cultivada nesta condição, começará a dar flor de forma precoce.

Solo:

Adapta-se bem à várias condições de solo, e assim como o orégano cresce mesmo em solos pouco férteis.

Plantio:

Pode ser cultivada em vasos e jardineiras que devem ser profundos, com pelo menos 30 cm de profundidade, para não limitar seu crescimento e para que tenha bom desenvolvimento.

Exposição ao sol:

Locais com sombra parcial para que absorva a luminosidade, mas que não exponha a planta à altas temperaturas.

Regas:

O solo deve ser mantido sempre úmido, mas tome cuidado para que não fique encharcado.

Colheita:

É feita quando a planta atinge entre 12 a 16 cm de altura (60 a 90 dias após ter sido plantada). Lembre-se de não retirar mais do que ⅓  das folhas.

Coentro

O coentro é muito utilizado como tempero na culinária das regiões norte e nordeste. Há pessoas que amam e as que odeiam. Em qual categoria você se encaixa?

Ambiente:

Pode ser cultivado em diversos climas, mas não se adapta a temperaturas baixas.

Solo:

O ideal é um solo rico em matéria orgânica, fértil e bem drenado. Porém, o coentro consegue produzir folhas com melhor sabor e aroma mesmo em solos pouco férteis. É uma planta que se desenvolve bem em diversos tipos de solo.

Plantio:

É preciso que as sementes sejam plantadas no local definitivo da horta(1cm de profundidade) ou em vasos (com pelo menos 30 cm de profundidade), por causa de suas longas raízes. Além disso, é uma planta que não suporta bem a transferência de um vaso para outro.

Exposição ao sol:

O coentro pode ser cultivado em locais de sombra parcial ou ensolarados. Porém, as plantas que se desenvolvem em contato direto com os raios solares, apresentam melhor sabor e aroma.

Regas:

O solo deve ficar sempre úmido no início, porém nunca encharcado e, quando a planta já estiver desenvolvida, os solo deve secar levemente antes de receber uma nova rega.

Colheita:

30 a 70 dias após a germinação. A colheita pode ser da planta inteira ou apenas das folhas. Lembre-se de não retirar mais do que ⅓ das folhas para não enfraquecê-la. 

Sálvia

A sálvia combina bem com carnes brancas, queijos mais salgados como o pecorino. Além disso, quando essa erva é acrescentada à manteiga derretida é uma ótima opção para harmonizar com massas recheadas

Ambiente:

Seu cultivo adequado é em locais que possuem temperaturas baixas ou amenas, entre 3°C e 29°C. Sendo assim, se adapta melhor ao clima subtropical.

Solo:

O ideal é um solo fértil, bem drenado e rico em nitrogênio. Além disso, se desenvolve bem em solos argilosos.

Plantio:

Pode ser cultivada em vasos ou até mesmo diretamente no solo, com aproximadamente 1 cm de profundidade.

Exposição solar:

Necessita de 2 horas ou mais

Regas:

Devem ser mais intensas quando as mudas são pequenas (deixando o solo úmido) e depois de crescer basta regá-la apenas quando o solo se apresentar seco.

Colheita: 

Deverá ser feita quando as plantas estiverem bem desenvolvidas, entre 90 a 120 dias após o plantio.

           

Cebolinha

Assim como a salsa, a cebolinha é muito versátil e utilizada em diversos tipos de pratos salgados como suflês, sopas e carnes. Além disso, contém substâncias anti-inflamatórias

Ambiente:

Tem um crescimento melhor em temperaturas entre 13°C a 24°c, podendo se desenvolver em ambientes mais quentes ou mais frios.

Solo:

Deve ser bem drenado e rico em matéria orgânica. Ela se desenvolve bem em diversos solos, excluindo solos propícios a encharcamento e os muito ácidos

Plantio:

Pode ser cultivada por divisão de touceiras (formadas por plantas já desenvolvidas) ou por sementes. Diferentemente do coentro, a sálvia pode ser plantada em um vasinho pequeno, caso seja necessário e, ser transplantada para o local definitivo de cultivo.

Exposição ao sol:  

Luz solar direta, ou seja, exposição aos raios de sol por pelo menos algumas horas por dia. 

Regas:

Deve ser frequentemente irrigado, mas não a ponto de ficar encharcado.

Colheita:

Entre 75 e 120 dias após o plantio. As folhas devem ser colhidas por inteiro. 

Louro

As folhas de louro têm o aroma forte e marcante. São usadas como tempero, podendo ser trituradas ou inteiras. Quando são utilizadas inteiras, por conta de sua consistência, são retiradas antes do prato ser servido

Ambiente:

O ideal é que o clima seja ameno, porém suporta temperaturas mais baixas, porém precisa estar protegido do vento e de geadas. Já em temperaturas mais altas, em sombra parcial.

Solo:

Bem drenado, fértil, rico em matéria orgânica. Além disso, se adapta bem a outros tipos de solos.

Plantio:

O louro também pode ser plantado a partir de sementes em um pequeno vaso, mas possivelmente precisará transferi-lo para um maior, ou seu crescimento será limitado. Além disso, é possível utilizar o método de estaquia.

Exposição ao sol:  

O ideal é que o cultivo seja realizado em luz solar direta, mas também se desenvolve em sombra parcial, como o recomendado para lugares com temperaturas mais altas.

Regas: 

Se o louro for regado água em excesso, suas raízes pode ficar prejudicadas. Por isso, regue o suficiente para que o solo fique levemente úmido até o enraizamento.

Colheita:

As folhas podem ser colhidas quando a planta já estiver desenvolvida, aproximadamente 12 meses depois.