O guia rápido para todos os principais estilos de decoração

A diversão do design está no número infinito de possibilidades que cada cômodo possui

Por Luiza Cesar Atualizado em 28 jul 2022, 12h29 - Publicado em 29 jul 2022, 13h00
Sala de estar em estilo meados do século
MARISA VITALE/My Domaine

O surgimento de vários estilos de design durante os anos proporcionou uma aparência para cada casa, cada vida e cada olho. Mas há aqueles que continuam a se destacar, seja porque podem ser facilmente atualizados para permanecerem modernos ou porque são tão atemporais que nunca parecem sair completamente de moda.

Mas para uma rápida introdução aos principais motivos, aqui estão alguns dos principais estilos de design:

Estilo fazenda moderna

Cozinha rústica moderna
KG Designs/the spruce

Muitas pessoas não esperariam que o estilo de fazenda estivesse no topo de uma lista como essa e é exatamente por isso que está aqui. Intencionalmente rústico e um pouco antiquado, o estilo casa de fazenda moderna fica na interseção perfeita de atemporalidade e estilo facilmente atualizável.

Seus elementos centrais, vigas de madeira expostas, lareiras de tijolos e superfícies ásperas esculpidas têm um charme irresistível que nunca desaparece completamente.

Na verdade, são precisamente essas características que o tornam tão fácil de trazer para uma estética moderna. Um tapete marroquino geométrico, uma luminária de pé moderna, ou o interior da lareira em tijolos estampados são toques contemporâneos que você pode adicionar.

Estilo moderno de meados do século

Sala de estar em estilo meados do século
Studio Mcgee/the spruce

Mesmo quando nos aproximamos do final das duas primeiras décadas do século XXI, o estilo moderno de meados do século continua a ser uma das formas mais populares de decorar um ambiente.

Desenvolvido, como o nome indica, em meados dos anos 1900, o estilo foi um desvio minimalista da ostentação que caracterizou o período Art Déco que o precedeu. Pioneiro por luminares como Ray e Charles Eames, o moderno de meados do século é mais do que um estilo de design, pois também abrange vários modelos de móveis exclusivos associados ao estilo, incluindo a icônica Eames Lounge.

Peças aerodinâmicas em tons quentes de madeira e uma estética discreta são fortes nestes espaços, que não mostram sinais de desaceleração tão cedo.

Estilo provençal

Uma abordagem sem dúvida mais tradicional para o design de interiores, o estilo provençal continua a encantar os proprietários com sua elegância.

Outro estilo rústico, desta vez das colinas da França, ele é definido por seus floreios ornamentais, padrões tradicionais e assimetria na forma de móveis incompatíveis e áreas ásperas e texturizadas.

Estilo industrial

Sala e cozinha em estilo industrial
Architizer/the spruce

O estilo industrial apresenta superfícies brutas, como tijolos expostos e trabalhados em ferro, pisos de pedra ou concreto e uma abordagem de plano aberto aos ambientes. A diversão está em encontrar o lado sofisticado desses visuais brutos.

Uma justaposição sutil de texturas entre os pisos de pedra, paredes de tijolos e suportes de madeira expostos é uma possibilidade.

Estilo mediterrâneo

Quarto com estilo mediterrâneo
Icon's Corner/the spruce

O mediterrâneo é perfeito para quem gosta de ornamentação sem ostentação ou de um estilo descontraído que beira o minimalismo, mas mantém alguns floreios.

Do ponto de vista da cor, é importante lembrar que o mediterrâneo é essencialmente um estilo de praia, então você pode esperar por muitos azuis e marrons, pois o sol, o mar e a areia são as principais influências.

Continua após a publicidade

A combinação de cores quentes e frias cria um equilíbrio relaxante, que dá a esses espaços uma sensação descontraída e de resort.

Materiais naturais – como um tapete de juta – com um toque artesanal e padrões fortes na roupa de cama e na cabeceira completam o estilo.

O maior erro a se evitar ao adotar este estilo, porém, é assumir que o Mediterrâneo inclui apenas o sul da Europa quando na verdade o mar mediterrâneo toca a África do Marrocos ao Egito, bem como vários pontos do Oriente Médio, então a gama de influências culturais é vasta. Logo, tente sempre garantir uma aparência mundana e sofisticada.

Estilo Art Déco

Hall de entrada em Art Déco
Realty Times/the spruce

Abreviação de Arts Decoratifs, o estilo foi criado como uma reação ao boom de prosperidade que os EUA experimentaram na virada do século XX. No seu auge, o estilo Art Déco era uma maravilha de se ver. Abrangia não apenas o design de interiores, mas também a arquitetura, a pintura e a escultura.

Padrões geométricos arrojados, elaborados recursos de iluminação, designs inovadores de móveis e muitos metais – especialmente dourados devem fazer parte do seu cômodo no estilo.

Embora tenha sido eventualmente denunciado como excessivamente ostensivo – um sentimento compreensível após uma depressão maciça marcada por um conjunto de guerras mundiais – continua sendo um dos grandes momentos icônicos da arte e do design do mundo.

Estilo japonês moderno

Muitos dos elementos que marca o design tradicional japonês também se tornaram emblemáticos no design moderno dos EUA. Entre eles estão a tendência ao minimalismo, a valorização do mobiliário aerodinâmico e a inclusão de elementos naturais.

Estilo praiano

Assim como no estilo mediterrâneo, a principal influência aqui é a praia. Os tons de azul do céu e do surf provavelmente serão encontrados ao lado dos variados tons neutros de diferentes tipos de areia.

Onde o estilo praiano se diverte é nas referências culturais que compõem os detalhes do quarto. Os padrões de azulejos ornamentados e móveis artesanais de estilo mediterrâneo são substituídos por cadeiras Thomas Chippendale e travesseiros coloridos.

Estilo vintage

O estilo vintage é exatamente o que parece – uma combinação eclética de peças vintage e antigas que cria uma sensação confortável e caseira. Invista em assentos incompatíveis ao redor da mesa, um lustre antigo e muita arte na parede.

Estilo contemporâneo

Sala de estar em estilo global
Alyse/the spruce

O estilo contemporâneo pode ser um pouco complicado. Onde muitas vezes é confundido com estilo boho ou simplesmente estilos ecléticos, em que uma variedade de peças díspares são colocadas juntas em uma única sala, criar um ambiente verdadeiramente global requer uma interação mais cuidadosa com a cultura para que tenha uma história para contar.

Como um espaço contemporâneo pode ser tantas coisas, é difícil definir o estilo em apenas alguns elementos chave. Para evitar a apropriação cultural, o contexto e o significado das peças precisam ser considerados ao usar elementos de outras culturas e deve haver algum cuidado na escolha dos itens, para garantir um fornecimento ético e acessível.

A ênfase nos têxteis também é um ponto comum dos espaços globais. Mas o aspecto mais importante é sempre a mistura de culturas, pois isso é o que torna um cômodo verdadeiramente global.

*Via The Spruce

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

Publicidade