Estampas de animais: sim, não ou talvez?

Estamos prontos para compartilhar um de nossos guilty pleasures

Por Luiza Cesar Atualizado em 28 jun 2022, 12h04 - Publicado em 30 jun 2022, 19h00
Decoração com estampa de animal
ROBERT BRANTLEY/Reprodução

Provavelmente muitos de vocês vão nos julgar por achar estampas de animais super divertidas. Mas, todo mundo tem algum gosto brega, certo? E este é o nosso!

Se você também faz parte deste clube que é difícil de se orgulhar, separamos algumas dicas e inspirações para você não ultrapassar tanto os limites 😉

Como integrar estampas de animais na decoração?

Decoração com estampa de animal
GREG SCHEIDEMANN/Reprodução

Antes de tudo, tome cuidado ao escolher as estampas, suas cores, escalas e quantidade de uso. Se você não tem certeza de como a estampa ficará no espaço, mantenha-o totalmente neutro ou totalmente escuro, por exemplo, e atualize com alguns toques divertidos.

Continua após a publicidade

Para manter de bom gosto, se é que isso é possível, você também pode preferir formas clássicas de móveis, tapetes tradicionais e iluminação elegante que serão uma justaposição.

Algumas regras básicas

Decoração com estampa de animal
ANNIE SCHLECTHER/Reprodução
  • Cuidado para não abusar demais! Evite aplicar uma estampa de animal no sofá, teto e paredes. Imagina um cômodo inteiro de oncinha… no mínimo um visual de centavos – e estamos atrás do milhão amores!
  • Às vezes, menos é beeem mais! Escolha DETALHES divertidos na decoração. Uma peça muito pequena pode roubar toda a atenção e ainda criar um visual pesado e desgastante para os olhos e a alma.
  • Por último, mas não menos importante, não misture diferentes tipos de estampas. Aconselhamos, se essa realmente for a sua vontade, pegar um acessório com um tipo de estampa – seja ela de tigre, oncinha, cobra, etc. Se isso já é brega, imagine misturar três ao mesmo tempo.
Continua após a publicidade

Publicidade