Casa Created with Sketch.

DIY: 5 diferentes maneiras de fazer o seu cachepot

Você pode utilizar materiais que já tinha em casa ou que iam para o lixo, como garrafas PET e papelão

Cachepots podem ser feitos em casa com poucos e acessíveis materiais

Cachepots podem ser feitos em casa com poucos e acessíveis materiais (Divulgação/Casa.com.br)

Feitos para “esconder” o vaso de uma planta, os cachepots podem trazer mais charme e beleza ao seu jardim. Existem diversas formas de decorá-lo, mas o melhor é que você pode fazê-lo em casa sem precisar gastar muito dinheiro para isso. A partir de materiais baratos e acessíveis, como o papelão que iria para o lixo, é possível criar recipientes lindos para somar à decoração.

Confira abaixo 5 formas DIY de fazer o seu cachepot:

1. Com pregador de roupas

O cachepot de pregadores é fácil e rápido de fazer

O cachepot de pregadores é fácil e rápido de fazer (Divulgação/Casa.com.br)

Para este modelo de cachepot, tudo o que você vai precisar é de pregadores de roupa e uma lata, como aquelas de atum em conserva. Basta remover toda a tampa e demais partes de alumínio que podem machucar durante o manuseio, lavar bem e prender os pregadores ao redor da circunferência. 

Se você quiser estilizar o objeto, aposte nas tintas de spray para dar uma cor nova ao cachepot!

2. Com caixa de papelão

Cachepots de papelão ou papel ressignificam materiais que poderiam ir para o lixo

Cachepots de papelão ou papel ressignificam materiais que poderiam ir para o lixo (Divulgação/Casa.com.br)

Transformar o que se tem em casa em algo novo, útil e bonito é a essência do DIY. E esse é o caso dos papelões que iriam para o lixo, mas que podem se transformar em um lindo cachepot.

Para o processo, você vai precisar de caixa de papel/papelão para molde, cola quente, papel EVA e tesoura. A primeira etapa é recortar todas as abas da caixa e deixá-la destampada. Em seguida, coloque-a sobre o papel EVA para marcar todas as laterais, deixando 2 cm a mais na parte aberta, onde as abas foram retiradas.

Recorte o formato demarcado e meça sobre a lateral da caixa. Se a medida estiver perfeita, utilize esta mesma forma para as demais laterais, traçando sobre o EVA as dimensões.

Com a caixa em pé, trace no papel a medida do fundo e recorte também. Espalhe a cola quente por todas as bordas da caixa e cole cada lateral recortada e o fundo. Com a sobra de 2 cm, vire para dentro da caixa para fazer uma borda. Se quiser investir mais na decoração, customize o cachepot de EVA da forma que preferir!

3. Com garrafa PET

As garrafas PETs podem ser reaproveitadas e transformadas em lindos cachepots

As garrafas PETs podem ser reaproveitadas e transformadas em lindos cachepots (Divulgação/Casa.com.br)

Para usar a garrafa PET na produção de seu cachepot, primeiramente lave-a e seque-a bem. Em seguida, corte na metade da embalagem, com cuidado para não recortar torto ou deixar farpas do plástico saindo da embalagem.

Por fim, basta pintar o material da forma que preferir para lhe dar um acabamento melhor ou customizar com tecidos, envolvendo-os na garrafa com cola quente.

4. Com madeira

Cachepots de madeira podem trazer um charme a mais à decoração da casa

Cachepots de madeira podem trazer um charme a mais à decoração da casa (Divulgação/Casa.com.br)

Além de lindo, o cachepot de madeira é um clássico da decoração. Para fazê-lo, você vai precisar de madeira de pallet, base incolor para porcelanato, cola branca ou cola de madeira, pregos e martelos, betume e lixa de 150 graus para madeira.  

É preciso dividir a madeira em cinco ripas, cujas medidas são: uma peça 20 cm x 9 cm x 2 cm; duas peças de 24 cm x 9 cm x 2 cm e duas peças de 9 cm x 2 cm x 2 cm. 

Corte as ripas mencionadas com serrote e lixe bem cada uma para evitar farpas no material. Use a peça intermediária como fundo, as menores como laterais e as maiores para completar as paredes em aberto. Una todas elas formando uma espécie de caixa retangular.

Cole as ripas em cada encaixe e pregue com martelo para garantir mais consistência. O acabamento será feito com betume para dar um toque mais rústico. Depois de seco, lixe novamente todas as superfícies e, para finalizar, passe uma camada incolor de verniz fosco para garantir uma maior durabilidade ao objeto.

5. Com tecidos

Cachepots de tecido são um pouco mais trabalhosos de fazer, mas deixam qualquer decoração ainda mais linda

Cachepots de tecido são um pouco mais trabalhosos de fazer, mas deixam qualquer decoração ainda mais linda (Divulgação/Casa.com.br)

Para este modelo, escolha 2 tecidos com estampas diferentes e dê preferência para tecidos algo estruturados, como essa sarja cor crua, por exemplo, ou um tecido de algodão mais rústico. Defina o tamanho do seu cachepot e use o vaso que você pretende acomodar nele para ter uma ideia da base. Risque no tecido em volta dele e corte a base. Ela é que vai determinar a largura do retângulo necessário para a lateral do cachepô.

Meça a circunferência total do pote que você vai usar. A largura do retângulo deve ter sempre 1cm a menos. A altura dele vai depender do resultado que você quer. Lembre-se que tem que considerar um pouco a mais para a dobrar a barra.

O próximo passo é dobrar o retângulo ao meio, com o lado direito para dentro e costurar na lateral. Depois, abra a base desse cilindro e vá alfinetando com paciência em volta de toda a base. Vá costurando e retirando os alfinetes.

Como esse cachepô será dupla face, você precisa fazer 2 cilindros. Use o ferro de passar para marcar uma dobrinha de aproximadamente 1 cm na borda superior do seu cilindro, para dentro. Faça a mesma coisa com os dois. Agora coloque um dentro do outro, com essas dobrinhas se encontrando. A costura vai esconder isso no próximo passo.

Você tem 2 opções: fazer um pesponto à mão ou costurar na máquina. E está feito o seu cachepot de tecido!

* Tutoriais do HF Urbanismo e do blog Lá de Casa

Leia também:

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.