Mosaicos inspirados em Alfredo Volpi

Geométricos e cheios de cor, os mosaicos dessa fábrica são incrementados com toques de arte

Por Reportagem visual Carolina Diniz Texto Tatiane Domiciano Fotos Luis Gomes Atualizado em 14 dez 2016, 12h23 - Publicado em 15 dez 2014, 18h13

Além das bandeirinhas de festa junina, também se tornaram marca registrada do trabalho de Alfredo Volpi (1896-1988) o abstracionismo geométrico e o impactante uso dos matizes. São nessas facetas da obra do artista ítalo-brasileiro que Neto Ricciardi busca inspiração para os mosaicos cerâmicos produzidos por sua empresa, que leva o sugestivo nome de Volpina. Apesar de jovem – menos de um ano de existência –, a firma dispõe do conhecimento do proprietário, anos à frente da indústria de revestimentos da família. De lá, aliás, saem as peças utilizadas como matéria-prima nos telados. “Reaproveitamos modelos que seriam descartados, por isso nossos produtos também são sustentáveis”, explica Neto.

Publicidade