Casa Created with Sketch.

Uma moldura para a Gávea

Este projeto valoriza os momentos de lazer dos moradores, com ambientes generosos para receber os amigos e vista privilegiada das montanhas do Rio de Janeiro.

Com a mudança para este apartamento dúplex de 320 m² na Gávea, o casal de empresários pôde incorporar à rotina um de seus maiores prazeres: “Reunir os amigos em torno do fogão, para cozinhar e bater papo, sem formalidade”, diz a proprietária. À frente da reforma, a arquiteta Marcia Müller redesenhou toda a planta do imóvel e ousou na distribuição dos ambientes para valorizar os momentos de lazer dos moradores. No primeiro andar, a mesa de jantar mereceu lugar de destaque, instalada entre a sala de estar e a cozinha. Uma grande porta de correr permite isolar os ambientes. Mas quase sempre fica escancarada, exibindo a bancada onde a proprietária prepara receitas herdadas de família. A antiga varanda do apartamento também foi integrada à sala e ganhou um banco comprido, sob a janela, onde os grupos se acomodam. Enquanto aguardam as iguarias, os amigos ocupam-se do bar, instalado na única coluna que não pôde ser demolida no pavimento. Em mais uma proposta surpreendente, Márcia desenhou um caixote de madeira, que fica apoiado no chão, para guardar garrafas. “Achei a solução charmosa e funcional”, elogia. Subindo a escada, a tentação é ainda maior: na cobertura há outro espaço gourmet, voltado para a belíssima vista das montanhas cariocas. Mesa ampla, churrasqueira, cooktop, frigobar, adega… tudo ali está preparado para o deleite dos visitantes. O programa pode ser ao ar livre, curtindo a piscina e a sauna, ou mais intimista, na confortável sala de TV que ocupa o novo anexo projetado pela arquiteta no pavimento superior. “A sensação é que se trata de ambientes contínuos. Não há paredes entre a construção e a área externa, apenas portas de correr envidraçadas que trazem o sol e a paisagem para dentro”, explica a arquiteta. No interior, a decoração também inspira conforto e relaxamento. São poucos móveis, distribuídos de forma simples e funcional: apenas um sofá generoso e uma estante, além de um banco e uma mesa de apoio que transitam em outros espaços. Todo o apartamento segue esse mesmo conceito, com uma ambientação minimalista – marca registrada do trabalho de Marcia Müller -, valorizada pelo desenho contemporâneo e pelo acabamento diferenciado das peças. Basta observar a marcenaria: predomina a madeira em tons amendoados – cumaru, amêndola e peroba-do-campo – com acabamento natural, nunca industrializado ou excessivamente rústico. “Privilegio materiais orgânicos e sofisticados para criar ambientes verdadeiramente acolhedores”, define Marcia.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s