Casa Created with Sketch.

Síndrome do Edifício Doente (SED): O que é e como evitá-la?

Cerca de 30% dos edifícios do mundo são considerados "doentes". Será que aquele em que você mora ou trabalha está nessa estatística?

sindrome do edificio saudavel

 (/)

O edifício onde você trabalha pode estar doente. Não, isso não quer dizer que ele aloje alguma praga ou vírus mortal. Ele pode, simplesmente, ser classificado “doente” se sintomas, como dor de cabeça, náuseas, ardor nos olhos ou coriza, aparecerem em 20% dos ocupantes do prédio. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que 30% de todos os edifícios do mundo são doentes. Segundo o biólogo da construção civil, Allan Lopes, a falta de iluminação natural e baixa qualidade do ar em um prédio, por exemplo, pode colocá-lo nessa estatística. “O espaço pode interferir na saúde dos usuários e na performance de uma equipe, se o local em questão for uma empresa, por exemplo”, explica. De acordo com o especialista, a baixa qualidade do ar é um dos principais fatores que levam um edifício a ser classificado como doente. “O excesso de gás carbônico ou a emissão de componentes tóxicos, derivados de uma lâmpada ou até de um aromatizador podem desencadear doenças respiratórias em seus usuários”, conta.

Falta de iluminação natural também está nessa lista. Janelas grandes e espaços com paredes de vidro facilitam a entrada de luz e, de quebra, melhoram a qualidade de vida dos ocupantes do prédio. “Um estudo global relatou que 81% das pessoas que trabalham próximas a janela têm uma vida mais saudável”, explicou o biólogo. Para te ajudar a não desenvolver alguma das doenças provocada pelas edificações (Em inglês, Building Related Illness), separamos algumas dicas. Confira:

– Preste atenção ao espaço. Relacione reformas ou mudanças de local, como a disposição de sua equipe no trabalho no espaço com a baixa ou alta performance;

– Observe os componentes químicos do seu espaço, desde a tinta da parede até a lâmpada. Sua luminária pode emitir componentes tóxicos.

– Abra as janelas e deixe a luz do sol e o ar puro entrar. Se não for possível, coloque plantas próprias para espaços fechados, como areca, palmeirinha e lírio da paz. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s