Casa Created with Sketch.

Regras para o lustre na sala de jantar

Para receber bem, nada como lançar mão de uma iluminação adequada na área de jantar. A melhor solução está nos lustres pendentes, que propiciam um clima aconchegante e adaptável a cada situação. Com regrinhas básicas e dicas de especialistas, você acertará na escolha. Aprenda também como dispor quadros nas paredes.

PREÇOS PESQUISADOS EM 5 DE AGOSTO DE 2010, SUJEITOS A ALTERAÇÃO.

Dicas certeiras para uma iluminação sempre perfeita

• A luz é fundamental para criar climas diferentes no mesmo espaço. Quando se trata do jantar, o ambiente se torna flexível, como explica Guinter: “A iluminação para um fondue a quatro é bem diferente da indicada para uma pizzada de domingo”. Assim, lance mão de soluções combinadas, a exemplo de lustres pendentes e spots embutidos ou arandelas.

• Como estar e jantar costumam ser unidos, não se esqueça da iluminação no primeiro: crie pontos de destaque em quadros, objetos de decoração, estante e mesa lateral.

• Tire partido da automação: o dimmer permite controlar a intensidade da luz, diminuindo o gasto com energia. Substituto do interruptor, não requer mão de obra especializada na instalação. Uma versão básica sai por R$ 42,80 na C&C. Para quem quiser investir, há sistemas interligados que dimerizam um cômodo ou a casa toda.

http://app.casa.abril.com.br/simuladores/quadros/minhacasa-certoerrado-quadros-vertical.swf

Altura e lâmpada certas

Na sala da designer Tatiana Bianconcini e do músico luz”, Marcio Hermes, a escolha recaiu sobre um pendente cônico (da Caisma, por R$ 119 na Etna). Na instalação, dois erros comuns: altura inadequada e lâmpada à mostra. “Apenas as balloon, de bulbo grande e redondo, normalmente usadas em lustres do tipo chapéu, ficam à vista”, ensina a lighting designer Eliana Zielonka, da Klee Iluminação, de Curitiba. Já a altura pede bom senso: “Varia de acordo com o modelo e a direção da luz”, explica Claudia Capello, gerente de produtos da Osram. Nesta sala, foi só ajustar a lâmpada e aproximar o pendente do tampo para tudo ficar em ordem – agora, o foco de luz direcionado pelo cone ilumina o conjunto de modo agradável para os convidados.

http://app.casa.abril.com.br/simuladores/quadros/minhacasa-certoerrado-quadros-vertical2.swf

Esqueça o plafon!

“Como buscamos um clima de comunhão em torno da refeição, a sala de jantar merece um pendente”, ressalta o lighting designer Guinter Parschalk, do Studio ix, de São Paulo. Seguindo a indicação, o antigo plafon deu lugar a um lustre acobreado (modelo TY04, por R$ 156 na Lustres Yamamura) no acolhedor espaço da psicóloga Cassia Simone. Além disso, corrigiu-se outro ponto: a nova luminária foi centralizada sobre a mesa com o auxílio de um desviador. No caso de lustres com esse desenho, a distância em relação ao tampo oscila entre 70 e 90 cm – o ideal é que haja a abertura de luz necessária para clarear toda a superfície, mas sem ofuscar quem está sentado. “Atente sempre para o direcionamento da luz”, indica Eliana.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s