O chão desta casa no Rio de Janeiro gera a energia gasta por moradores

Residência sustentável construída por financiamento coletivo deve abrir as portas em agosto de 2016. Você pode morar nela

Por Da redação Atualizado em 20 dez 2016, 22h34 - Publicado em 23 set 2015, 23h49
2

Imagine uma casa onde os passos dos moradores geram a energia consumida na residência, onde o ar condicionado é substituído pela ventilação que entra pelas janelas cruzadas, onde a água usada é recolhida da chuva e filtrada e onde vidraças inteligentes dispensarão a limpeza. Não, essa não é a descrição de um cenário de um filme de ficção científica, é uma casa que deve começar a ser construída em Niterói, no estado do Rio de Janeiro, a partir de novembro e abrir as portas em agosto de 2016, às vésperas dos Jogos Olímpicos.

1

Avaliada em R$ 5 milhões, a projeto saiu do papel com um dinheiro arrecadado por financiamento coletivo pela empresa Enel Brasil e deve ser tocado pelo arquiteto Arthur Casas. A construção faz parte do projeto N.O.V.A. (Nós vivemos o amanhã) e tem como objetivo recolher informações sobre como as pessoas imaginam que será a vida no futuro. “Se trata de uma experiência inédita, tecnológica, sim, mas, principalmente, sociológica, no campo do comportamento e dos desejos. Algumas soluções, como a fonte de energia solar, forneceremos nós mesmos, outras iremos buscar nas start-ups envolvidas”, disse ao site da BBC Brasil o presidente da Enel Brasil, Marcelo Liévenes. Os moradores da residência serão escolhidos em um concurso online promovido pela Enel e, durante o período em que habitarem a residência, terão seu comportamento avaliado por pesquisadores que buscam entender em quanto tempo irão ocorrer mudança em seus hábitos.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade