Casa Created with Sketch.

“Luiza, que está no Canadá” vende 8 apartamentos em 8 dias

A construtora do Saint Germain, em João Pessoa, ganhou mais do que esperava com o comercial de TV estrelando a família de Luiza, filha do colunista social Gerardo Rabello.

Agora, até a Luiza – que esta(va) no Canadá – sabe o sucesso que a sua ausência fez nos últimos dias. Ela antecipou a volta ao Brasil e chegou como celebridade, cotada até para estrelar comerciais na TV. A prioridade na fila, segundo o pai de Luiza, já era da construtora Aguazul, do grupo Conserpa-Enger. É dela o empreendimento anunciado na propaganda veiculada pela TV em João Pessoa na quarta-feira passada (11/01) e que virou o mais recente viral da internet.

No comercial, o colunista social Gerardo Rabello diz ter feito questão de reunir toda sua família para recomendar o Saint Germain Boulevard, recente lançamento no Altiplano da capital paraibana. Como a família Rabello é bastante conhecida na região, dizer que todos os integrantes estavam ali “menos Luiza, que está no Canadá” foi uma forma de contornar a ausência da filha de 17 anos, que fazia intercâmbio para estudar inglês. E o resultado todo mundo já conhece – inclusive a Luiza –, e nas mais diversas versões.

A construtora se beneficiou do meme: nos oito dias desde que a família Rabello apareceu nos televisores anunciando o Saint Germain, foram vendidas oito unidades do empreendimento, de um total de 17 comercializadas desde o seu lançamento, em 9 de janeiro. “Cheguei a atender um telefonema em que me perguntaram ‘Ainda há apartamentos à venda no prédio da Luiza?’. Achei que fosse trote, mas, no fim, fechamos a venda”, conta José William Montenegro Leal, sócio-diretor do grupo Conserpa-Enger.

Os apartamentos, de 220 m2, têm três suítes simples e uma máster, com closet e varanda, além de sala para três ambientes e varanda gourmet. São duas unidades por andar em 35 pavimentos e duas coberturas duplex, de 394 m2. A área de lazer é do tipo clube, com piscina, quadra poliesportiva, home cinema, salão de festas, garage band (chamada de “technolounge”), brinquedoteca e playground, redário e gazebo, e até campo de minigolf. No site da Enger, é possível fazer um tour virtual, e outros detalhes do empreendimento estão disponíveis no site da imobiliária Execut.

Segundo Leal, o objetivo do comercial que virou hit na internet era passar a mensagem de um empreendimento familiar, de alto padrão, para um público com 35 anos ou mais. “Com ele, esperávamos atingir nosso público alvo em João Pessoa. Mas o fenômeno ‘Luiza’, eu não esperava. Extrapolou a cidade, a Paraíba e o Brasil. Sem ele, eu esperaria chegar a vender 12 ou 13 unidades nesse tempo.” As unidades do Saint Germain custam de R$682,5 mil a R$816 mil, em preço de lançamento, e as coberturas saem por pouco mais de R$1,2 milhão. Os valores devem subir depois de 30 dias, segundo Leal – “independente do fenômeno Luiza”.

O novo comercial do empreendimento – estrelando Luiza em pessoa, e não apenas o nome à distância – está no ar desde 19 de janeiro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s