Loft com ar industrial

Cimento queimado, ebanização das tábuas de demolição no piso e a bancada da cozinha fundida com a mesa de jantar são os destaques deste projeto. 

Por Por Cristina Teixeira Duarte e Isabella Mendonça | Fotos Victor Affaro Atualizado em 20 dez 2016, 21h28 - Publicado em 28 Maio 2010, 12h40

“Sou um homem prático, que gosta do conforto das casas, mas sem o trabalho que elas costumam demandar. Por isso, escolhi um apartamento do tipo loft, na zona sul de São Paulo, com 5 m de pé-direito, varanda, largos painéis de vidro e um mezanino que racionaliza a distribuição dos 100 m² de área. Para reformá-lo, chamei o arquiteto Diego Revollo, que soube captar o que eu queria. Ele sugeriu a ebanização das tábuas de demolição do piso, a readequação da bancada da cozinha – agora menor, mais leve e fundida na mesa de jantar -, além do uso de cimento queimado em vários espaços. Adoro o material, o que levou Diego a criar uma versão mais diluída para as paredes de tijolos aparentes. Essa solução, aliada às tubulações aparentes e à cor preta nas portas e nos perfis metálicos, deu um ar masculino ao loft, bastante fiel aos galpões nova-iorquinos.”

Olivar Vitale, advogado de São Paulo

Publicidade