Livro traz projetos do arquiteto paraguaio Solano Benítez

Para construir com baixo orçamento, o arquiteto paraguaio traz novos usos a materiais tradicionais, como tijolos de cerâmica.

Por Por Nilbberth Silva Atualizado em 20 dez 2016, 21h28 - Publicado em 10 abr 2012, 20h37

O arquiteto paraguaio Solano Benítez, titular do escritório Gabinete de Arquitectura, veio ao Brasil lançar um livro que leva o seu nome e traz alguns de seus projetos mais importantes. Baixo orçamento e ideias inovadoras definem o trabalho dos arquitetos do escritório, que criam novos usos para materiais de construção tradicionais e abundantes no Paraguai. Fizeram assim, por exemplo, na residência LA, uma casa de campo que tem paredes construídas com estruturas pré-fabricadas de tijolos cerâmicos quebrados misturados a concreto. Outro exemplo é o prédio da Unilever, na qual tijolos posicionados ao comprido formam painéis finos, mas resistentes que compõem o brise-soleil marcante da fachada. Pouco conhecido na América do Sul, Benítez já chamou a atenção de outros continentes: em 2008 recebeu o prêmio suíço BSI Swiss Architectural Award. E em 2012 recebeu o título de membro honorário do Instituto Americano de Arquitetos. O livro “Solano Benítez” foi editado pela Escola da Cidade e Editora Hedra. Estará à venda na própria Escola da Cidade e na Livraria Cultura a partir de 18 de Abril.

Conheça abaixo algumas obras de Solano, todas no Paraguai e publicadas no livro.

Publicidade