Entrada de casa em São Paulo vira galeria de arte

Casal transforma a entrada de sua residência, em São Paulo, numa inesperada galeria

Por Reportagem visual Mayra Navarro | Fotos Vera Albuquerque Atualizado em 20 dez 2016, 19h48 - Publicado em 28 ago 2014, 22h34

Foi por acaso. Sem espaço para tantas obras dentro de casa, o cenógrafo Miguel Paladino e a fotógrafa Vera Albuquerque resolveram colocá-las no corredor de chegada, de 1,20 x 12 m. Certo dia, em 2012, um amigo pintor perguntou se poderia expor ali. Tingiram o teto de preto para aliviar a sensação de amplitude do pé-direito de 3 m, descascaram uma parede, pintaram outra de branco, planejaram a iluminação com trilho central e instalaram canaletas, prateleiras e vitrines equipadas com leds. Funcionou. Mais de 60 mostras já aconteceram na La Mínima Galeria. “De alguma maneira, o formato compacto determina a curadoria, pois temos de privilegiar trabalhos menores, que demandam pouco recuo para apreciação”, explica Miguel.

Publicidade