Casa Created with Sketch.

Cinco apartamentos pequenos de até 31 m² para você se inspirar

Um bom projeto muda tudo: estes moradores deixaram seus apês maiores com soluções criativas e cheias de personalidade

Muitas são as pessoas que encontraram sua moradia em apartamentos pequenos. Mas grande parte delas acabam tendo a sensação de viver em espaços apertados e desorganizados. Para evitar isso, é preciso planejar os ambientes de acordo com as atividades principais do cotidiano, como comer, dormir e trabalhar.

Mas como fazer isso e deixar o apê com sua cara ao mesmo tempo? O site Apartment Therapy reuniu cinco lugares pertencentes a nova-iorquinos que conseguiram resolveram esse problema com soluções maneiras criativas e cheias de personalidade. E o menor deles tem apenas 12 metros quadrados! Veja as fotos e inspire-se!

31 metros quadrados

O apartamento de Garret aparenta ser muito maior do que realmente é, graças ao uso inteligente de uma cama embutida e retrátil. A mobília da sala de estar se encaixa perfeitamente em torno da cama, para que ele possa ter uma sala de estar completa durante o dia e um quarto à noite.

30 metros quadrados

A moradora Stephanie teve uma solução realmente única para seu estúdio: em vez de tentar esconder a cama em um canto, ela a posicionou no centro da sala. A maioria dos estúdios acaba ficando com cara de sala de estar, mas o apê de Stephanie é como um quarto grande e bonito com uma pequena sala de estar no canto. É uma solução incomum, mas que funciona muito bem para o seu espaço – e pode fazer muito sentido para alguém que passa mais tempo no apartamento dormindo do que qualquer outra coisa.

27 metros quadrados

No apartamento de Charlotte há vários objetos e móveis espalhados — mas, de alguma forma, tudo funciona e não fica bagunçado. Ela usou uma mesa de bar para expandir sua pequena cozinha e também criou um quarto, sala de estar e uma pequena área para refeições. Os tapetes ajudam a definir espaços separados (como a sala de estar) e uma paleta de cores coesa evita que o ambiente fique confuso.

26 metros quadrados

A moradora Linsey conseguiu deixar este pequeno estúdio típico de Nova York com sua cara e espaço. Ao posicionar a cama e o sofá em paredes opostas, cria-se um pouco de distinção entre o quarto e a sala de estar — e também deixa uma área disponível à esquerda da cama.

12 metros quadrados

O apartamento de Jennifer em Nova York tem apenas 12 metros quadrados. Mas você nunca imaginaria isso só de olhar essas fotos. Ela conseguiu criar um ambiente para dormir separado de uma sala de estar bastante espaçosa com um truque inteligente: girando o sofá para que ele fique paralelo à cama. A parte de trás do sofá funciona como uma espécie de parede, criando privacidade para a cama. Uma cortina entre os dois aumenta este efeito.

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.