Chalé de madeira na praia ficou pronto em apenas 8 meses

Escolha natural: usando um sistema pré-fabricado, a família paranaense criou um chalé de madeira de 80 m², com três quartos, churrasqueira e varanda. Aprovada pelo Ibama, a obra só durou 8 meses

Por Por Eliana Medina e Raphaela de Campos Mello | Fotos: Alessandra Okazaki Atualizado em 20 dez 2016, 18h17 - Publicado em 2 abr 2012, 18h55
aec270-80-escolha03_abre

A viagem de Curitiba ao Porto de Paranaguá, no litoral paranaense, dura uma hora. Até a ilha das Peças, são mais 25 minutos de lancha. Esse trajeto é percorrido nos fins de semana com prazer por um casal e a filha, de 2 anos. Quando desembarcam, chegam ao chalé de 80 m² erguido de frente para o mar, com a devida autorização do Ibama, responsável pela preservação do local. “O órgão só permite construir em terrenos onde há ou havia uma edificação. E a mesma área deve ser mantida”, explica Olga Bergamini, arquiteta curitibana que assina o projeto. “Estruturas de alvenaria também são proibidas”, complementa. Como os donos são apaixonados por madeira, essa restrição não se tornou um problema. Coube, então, à profissional criar uma moradia pequena, que abrigasse três quartos, churrasqueira e varanda, usando um sistema pré-fabricado. A obra durou oito meses e terminou em junho de 2008. Se, em vez da praia, sua opção é pela montanha, visite a reportagem sobre um chalé cheio de charme em Monte Verde, MG.

Chalé de madeira na praia ficou pronto em apenas 8 meses

Continua após a publicidade

Publicidade