Casa Created with Sketch.

Castelinho no centro de SP será reaberto após 4 décadas de abandono

Abandonado há quatro décadas, o Castelinho da rua Apa será reaberto em outubro. Cenário de tragédias, seu restauro trará otimismo para a esquina em que fica

Você conhece o castelinho da rua Apa? Ele toma conta da esquina entre a rua que leva no apelido e a avenida São João, no centro de São Paulo. Abandonado há quatro décadas e em reforma há cinco anos, ele finalmente será reaberto em outubro.

castelinho-da-rua-apa-mario-rodrigues-corte-veja-são-paulo

 (/)

Construído em 1912 pela família do médico Vicente César dos Reis, o Castelinho teve seu futuro de abandono marcado pela tragédia de 1932: Álvaro César dos Reis, após discussão com a família, assassinou o irmão e a mãe, cometendo suicídio em seguida. Desde então a construção passou por diversos proprietários, entre eles o Governo Federal e os responsáveis atuais, a ONG Clube de Mães do Brasil. As mudanças de dono não impediram que, com o passar do tempo, ele se tornasse símbolo da degradação urbana em São Paulo — tombado pelo Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimôno Hostórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo) em 2004, a autorização para restauro veio apenas em 2011.

O Castelinho nada mais é que uma grande construção principal em formato de castelo, com uma torre central voltada para a avenida. O estilo medieval predomina entre o ecletismo de elementos. Salva a edícula, reconstruída do zero, o restauro deixará o local o mais fiel possível ao seu projeto original. Tarefa difícil, considerando que certas partes do espaço não possuíam mais nem telhado, nem assoalho.

restauro-do-castelinho-rua-apa-Douglas-Nascimento-São-Paulo-Antiga

 (/)

Ao ser reaberto, o Castelinho será espaço de promoção de oficinas com material reciclável e aulas de culinária para crianças de escolas públicas, promovidas pela ONG Clube de Mães do Brasil — ações que, junto à aparência renovada do lugar, trarão um pouco de otimismo e fantasia para a esquina até então considerada mal assombrada.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s