Bom lance: imóveis em leilões custam até 50% menos

Entenda por que uma casa pode sair mais barato em leilão, conheça os principais leiloeiros imobiliários do país e saiba quais as diferentes formas de pagamento oferecidas por eles.

Por Reportagem: Natália Garcia Atualizado em 14 dez 2016, 10h53 - Publicado em 10 dez 2008, 19h58

Quem arremata um imóvel em leilão pode pagar um valor de 25 a 50% menor do que o preço médio praticado no mercado. O preço mais baixo é o grande atrativo desse tipo de negócio. Cada edital determina um percentual mínimo do valor do imóvel como lance inicial para as negociações. Normalmente, o imóvel é arrematado antes que seja atingido o preço médio de mercado, afirma o consultor financeiro Gustavo Cerbasi, autor dos livros Investimentos inteligentes (Editora Thomas Nelson Brasil) e Casais inteligentes enriquecem juntos (Editora Gente).

Exatamente por conta do preço, completa Cerbasi, os leilões de imóveis tendem a ser ainda melhor negócio para quem arremata pensando na revenda do bem, já que as opções de localização do imóvel, por exemplo, são mais restritas. É mais difícil, mas não impossível, encontrar o imóvel dos sonhos em um leilão, diz. A seguir, conheça os grandes leiloeiros de imóveis no Brasil e as vantagens oferecidas por eles.

Ministério da Justiça

Bancos

Leiloeiros oficiais

Confira outras dicas importantes de especialistas. E antes de dar o primeiro lance, não deixe de ler o tira-dúvidas para os novatos. Pronto para bater o martelo? Então, acompanhe a agenda dos principais leilões marcados até janeiro de 2009.

1) Leilões do Ministério da Justiça

O Ministério da Justiça promove leilões de imóveis provenientes de processos judiciais gerados por inadimplência tributária ou ações criminais. Os eventos, presenciais, ocorrem em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro, mas o MJ permite lances pela internet. A participação online dos interessados nos imóveis anunciados pode começar um mês antes do leilão e se estender, em tempo real, até o arremate final (diferententemente da maioria dos leilões online, em que os lances são feitos antes do leilão presencial e não podem ser atualizados em tempo real). Em geral, é necessário pagar 50% do valor do imóvel leiloado no ato da compra e a outra metade em até 48 horas. No site do Ministério da Justiça é possível acompanhar toda a negociação do leilão, lance a lance. Para participar, é necessário se cadastrar no site.

Voltar ao topo

2) Leilões de bancos

Esse tipo de leilão é organizado de forma presencial, sem lances via internet apenas as datas dos eventos são divulgadas nos sites dos bancos. O bom é que você pode financiar o valor do imóvel por meio de uma carta de crédito do banco que organiza o leilão. Não é necessário ser correntista para conseguir o financiamento, mas a carta de crédito precisa ser aprovada antes que o lance seja dado. Outra vantagem é a predisposição maior dos bancos de fazer negócios: para a instituição, é mais interessante vender abaixo do valor mínimo, quando não há lances, do que manter a posse do imóvel. Os imóveis leiloados são provenientes de apreensões de clientes inadimplentes, o que torna esse tipo de leilão cada vez menos freqüente, já que a taxa de inadimplência tem diminuído. Fique de olho: alguns desses imóveis são leiloados ainda ocupados, por isso, é importante se precaver para evitar problemas. Os principais bancos que organizam leilões são:

Bradesco

Itaú

Caixa Econômica Federal

Nossa Caixa

Banco do Brasil

Banco Real

Banco Santander

Continua após a publicidade

Unibanco

Voltar ao topo

3) Leiloeiros oficiais

Profissionais habilitados pela Junta Comercial de cada estado, os leiloeiros oficiais respondem pela organização da maioria dos leilões imobiliários – que são divulgados em seus sites na internet inclusive alguns promovidos em parceria com o Ministério da Justiça e bancos. Muitos imóveis leiloados são provenientes de processos de inadimplência junto a construtoras.

Os leilões são presenciais e, em geral, aceitam lances online. Esses lances são feitos antes do leilão presencial e não podem ser atualizados em tempo real. Quando o leilão é promovido em parceria com bancos ou empresas privadas, é comum o participante encontrar vantagens especiais de pagamento, como as cartas de crédito, por exemplo. Veja a lista com os principais leiloeiros oficiais em todo o Brasil:

Freitas Leiloeiro

Washington Vizeu

Santos Frazão

André Soares Menegat

Inter Leilões

Leilões Online

Eduardo Consentino

Eduardo Jordão e Valdir Cimini

Sodré Santoro

Zukerman

Rossi Leilões

Schmitz

Emerson Moreira de Oliveira

Voltar ao topo

Continua após a publicidade

Publicidade