Aposta na simplicidade

Pintura caiada, cacos de azulejos e elementos vazados. Recursos da nossa tradição foram valorizados num projeto engenhoso de reforma, que acrescentou 62 m² a esta casa no litoral norte paulista.

Por Por Danilo Costa Fotos: Nelson Kon Atualizado em 14 dez 2016, 11h11 - Publicado em 17 set 2008, 11h35

Perto do mar, esta casa estava perfeita para os fins de semana. Mas a falta de suítes e de claridade incomodava os donos um casal e dois filhos. Os arquitetos Joan Villà e Silvia Chile, de São Paulo, resolveram a questão sem erguer mais um andar nem demolir tudo e começar do zero. A rigor, a reforma exige mais experiência do profissional, pois requer um diagnóstico completo do que pode ser mantido, explica Joan. A dupla preservou o máximo de paredes e esticou a planta para o lado. Distribuídos em U, os ambientes ficam resguardados pelo pátio central, que libera a passagem de luz e a ventilação cruzada. Para criar divisórias translúcidas, entraram em cena os cobogós. Inventados no século passado pelos engenheiros-arquitetos pernambucanos Coimbra, Boeckmann e Góis, eles se mostram bastante atuais nesta casa de linhas contemporâneas. Gravamos uma entrevista com o arquiteto Joan Villa e nesse vídeo ele conta um pouco mais sobre a reforma da casa.

Publicidade