Casa Created with Sketch.

Apê de 64 m² funciona como moradia e estúdio fotográfico

A vista inspiradora de São Paulo foi fator decisivo na compra do apartamento de 64 m², que o morador adaptou ao seu estilo de vida com uma reforma de quatro meses

“Passei cinco anos frequentando diariamente o centro de São Paulo por causa da minha graduação em arquitetura na Escola da Cidade. Como sempre morei na zona oeste, foi um período de grandes descobertas. Tanto que, em 2010, decidi procurar meu primeiro imóvel por aqui. Visitei alguns edifícios até chegar ao Comodoro. O prédio funcionou como hotel durante décadas, e virou residencial há cerca de cinco anos. Assim que entrei no apartamento, me apaixonei, especialmente pela vista. No 18º andar, tenho uma panorâmica da cidade: o edifício Itália, o Copan e a Sala São Paulo, que assisto acender à noite. Também considero a parede arredondada um charme à parte. Nas negociações, me contaram que essa unidade costumava hospedar o cantor Roberto Carlos. Não acreditei na hora, mas, ao descascar algumas paredes, notamos que todas tinham sido azuis, talvez para atender às extravagâncias do Rei. Compra feita, faltavam pequenas mudanças. O antigo dono havia mexido no espaço, então as condições eram boas. Ainda assim melhoramos a iluminação, a área da cozinha e o layout. Convidei para tocar a obra um grande amigo da faculdade, o arquiteto Rodrigo Oliveira. Ele trabalhava no Goma Oficina na época, mas hoje é sócio do escritório Vapor 324. Eu, o Rodrigo e o Vitor Pena, que segue no Goma, pensamos numa planta funcional, onde eu pudesse viver e trabalhar como fotógrafo. Eles desenharam os móveis pensando na flexibilidade, e graças às rodinhas é fácil adaptar o ambiente para receber amigos ou montar um estúdio. Como planos não são estáticos, virei sócio de um bar e restaurante na Vila Madalena, e já não passo tanto tempo no centro quanto antes. Mas, na contramão da maioria das pessoas que vão para a região trabalhar pela manhã, a avenida Duque de Caxias é o meu refúgio no final do dia.” Pedro Prata, morador

As boas ideias deste projeto

 

07

 (/)

 

PASSAGEM LIVRE. A derrubada da parede entre a cozinha e o quarto tornou a circulação mais fluida.

NOVAS ABERTURAS. As paredes construídas para o banheiro pararam a 2,10 m de altura para comportar vitrôs que melhoram a iluminação e a ventilação.

BALCÃO MULTIUSO. O móvel de 1 x 2,25 m com bancada de Marmoglass delimita a cozinha, acomoda o fogão e tem nichos que servem à sala de jantar.

FRENTE E VERSO. Fabricados com perfis e aço delgados (Metalon), pínus e policarbonato, os dois módulos acomodam o armário de um lado e a estante do outro.

MESA CURINGA. O tampo de laminado colado pode ser rotacionado e encaixado sob o balcão, deixando a sala mais espaçosa em dias de festa.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s