Casa Created with Sketch.

Apartamento ganhou espaço para os filhos e o home office dos pais

Com uma marcenaria bem planejada, os ambientes ficaram práticos e aconchegantes, como queria a família

 

 (Evelyn Müller/Casa.com.br)

Com dois meses e meio de obra, este apartamento de 230 m² ganhou dois espaços que, hoje em dia, passaram a ser muito requisitados por causa do isolamento social. As crianças tiveram seu quarto remodelado e a sala íntima foi atualizada e recebeu um escritório para os pais trabalharem em casa com conforto, sempre que precisarem. Para isso, as arquitetas Ana Cecília Toscano e Flávia Lauzana, do escritório ACF Arquitetura, desenharam peças de marcenaria práticas e elegantes.   

 (Evelyn Müller/Casa.com.br)

Formada por um casal jovem e três filhos — dois meninos e uma menina —, a família chamou as arquitetas porque o apartamento precisava de novos ares. Os pais faziam questão que os irmãos dividissem o quarto e não queriam beliche nem bicama, por isso, cada canto precisou ser bem calculado.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

O ambiente precisava de um local para estudo, espaço para armazenar os brinquedos e uma cama extra para quando os amigos viessem passar a noite. Sobre os espaços de armazenagem, destacam-se a sapateira, gavetas e baús que foram acomodados na base das camas.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

Pensando em criar espaços que toda a família pudesse aproveitar, sem restrições, as arquitetas abriram mão da laca na sala e nos móveis mais baixos do quarto dos irmãos. Tudo pensado para que as crianças pudessem desenhar, brincar e estudar sem preocupações com riscos nos móveis.

 (Mariana Orsi/Casa.com.br)

A sala íntima, por sua vez, antes pouco usada, passou a ser a sala de tv das crianças e o escritório dos pais, com direito  laptop e impressora, que ficaram guardados em um móvel de marcenaria para deixar o ambiente sempre organizado.

 (Evelyn Müller/Casa.com.br)

As cores são outro detalhe que foram muito bem trabalhadas pelas arquitetas. No quarto dos meninos, por exemplo, um efeito degradê cinza cobrem os armários superiores, criando uma base neutra na decoração, porém divertida. Já a sala íntima, recebeu a marcenaria nova toda de freijó e pinceladas de cor em alguns acessórios.

 (Evelyn Müller/Casa.com.br)

No living integrado, as cores neutras também são predominantes. E para a cozinha, o tom escolhido para os armários foi um verde oliva, que complementa o projeto com um toque sóbrio e elegante.

 (Evelyn Müller/Casa.com.br)

Quer ver mais fotos deste apartamento? Navegue pela galeria abaixo!

 

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.