Casa Created with Sketch.

Aberta para o jardim

Localizada num bairro tombado da capital paulista, esta casa tem uma história de surpresas.

Um título para uma foto sem titulo

 (Divulgação/)

Começou em 2006, quando o proprietário comprou o sobrado vizinho e – já de olho na demolição – contratou a arquiteta paulista Adriana Ribeiro de Mendonça para uma grande reforma. O fundamental era demolir a recém-adquirida construção e ocupar o terreno de 5 x 20 m com um jardim digno de contemplação. Além disso, ele queria atualizar sua própria moradia. Em dez meses, projeto e aprovações estavam prontos e a obra começou. Durante a reforma da casa, ocorreu o primeiro susto. Como a laje existente se mostrou frágil para as alterações planejadas, a saída foi praticamente reconstruí-la, incluindo as fundações. Outros nove meses se passaram até a finalização da obra. Com tudo pronto, surgiram outros imprevistos e o proprietário mudou os rumos da vida e trocou de endereço, presenteando a filha (uma jovem artista plástica) com a casa novinha. A terceira surpresa? A cor da fachada, que seria cinza, ganhou vida nova com o tom mais intenso, escolhido na última hora.

O sobrado foi reerguido com concreto armado e alvenaria, e ainda aproveitou o...

 (Divulgação/)

O muro de 4,80 m traz privacidade à moradora. Para não parecer pesado, foi ...

 (Divulgação/)

No piso superior, há uma varanda junto do quarto. Agradável aos olhos, ela ...

 (/)

As palmeiras ajudam a disfarçar a elevada altura do muro. O chuveirão foi f...

 (Divulgação/)

Um título para uma foto sem titulo

 (/)

Quem entra na casa logo se depara com este cantinho verde, onde se destaca um...

 (/)

Um título para uma foto sem titulo

 (/)

Um título para uma foto sem titulo

 (/)

A sala de jantar se liga à cozinha por um passa-pratos com acabamento de lac...

 (/)

O assoalho de bambu (Bamboolook) forra todo o piso do térreo. Os rodapés, d...

 (/)

A escada é vazada, tem estrutura de cumaru e guarda-corpo de ferro com pintu...

 (/)

No fundo do jardim há uma área dedicada ao lazer. Ali, um deck de cruzetas ...

 (/)

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s