Casa Created with Sketch.

“Protegi minha casa com Feng Shui”

Novas cores nas paredes, móveis que mudaram de lugar, objetos inúteis descartados. E o escritório de Udo Höller ganhou vida nova. Para ele, foi o Feng Shui que promoveu essa virada, numa fase em que os negócios não iam bem. Hoje, tudo melhorou e o empresário decidiu aplicar a técnica em seu apartamento

Um título para uma foto sem titulo

 (/)

Cores ativam as energias da sala

Foi a amiga Mariangela Pagano, consultora de Feng Shui, quem apresentou os ensinamentos chineses ao austríaco Udo Höller. Depois da experiência no escritório, o empresário, que está no Brasil há oito anos, trouxe a moça para avaliar seu apartamento. Antes de mais nada, tudo que estava quebrado e objetos fora de uso foram eliminados. Para identificar o fluxo de energia, Mariangela aplicou o ba-guá sobre a planta de cada ambiente do apartamento. Com o diagnóstico em mãos, usou cores vibrantes nas paredes e trouxe objetos que ativam a energia. Ao mesmo tempo, encontrou posições mais favoráveis para os móveis.

Soluções em sintonia com o morador

“É preciso se sentir bem na casa onde se vive”, diz Mariangela, cuja linha de trabalho permite adaptar os preceitos do Feng Shui ao gosto do morador. Por isso, ela não se opôs quando Udo quis a televisão no quarto. Para anular a interferência que o aparelho exerceria no campo magnético, ela pintou pequenos pontos vermelhos nas laterais da TV. Feliz com a transformação em sua casa, Udo comemora uma fase em que, além dos bons negócios, conquistou harmonia também na vida amorosa: “Tenho uma nova namorada, maravilhosa”.

Este apartamento foi publicado na edição de março de 1999 da revista Casa Claudia.

Na sala do empresário austríaco, o baguá indica as áreas relativas aos oi...

 (/)

Pintada de vermelho, a coluna redonda ativa a circulação da energia. “Essa...

 (/)

Azul na parede representa o elemento água que, no canto do trabalho, estimul...

 (/)

Tom relaxante torna o quarto tranqüilo. A luminária no canto do relacioname...

 (/)

A força dos cinco elementos, que formam o ciclo da criação, deve estar rep...

 (/)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s