Casa Created with Sketch.

Os astros ensinam como transformar a crise em oportunidade

Um movimento envolvendo Urano e Plutão é o responsável pelo sentimento de que a vida anda difícil. Saiba por que isso acontece e deixe as lamúrias de lado.

01-os-astros-ensinam-como-transformar-a-crise-em-oportunidade

 (/)

Situações de trabalho que estão exigindo novas posturas, atitudes que você nem sonhava que precisaria tomar, como sair de um apartamento de 200 metros quadrados para outro de 50, ou assumir que o namoro já não dá mais certo. Isso está parecendo familiar a você? A astrologia tem uma explicação para o que muitas pessoas vêm sentindo nos últimos tempos e pode indicar caminhos para que elas vivenciem bem essa fase. Desde 2010, Urano e Plutão estão formando entre si um ângulo de aproximadamente 90 graus, o que caracteriza um aspecto astrológico chamado quadratura, associado à tensão. É justamente esse incômodo que gera a necessidade de reação e que pode desencadear um valioso processo de crescimento pessoal. Urano e Plutão, chamados planetas geracionais, estão fortemente relacionados às tendências comportamentais de cada geração,mas também influenciam a consciência individual. O que esses astros simbolizam? Urano representa amudança no sentido de inovação. Ele corresponde à necessidade que o ser humano tem de lançar-se aonovo, em busca de progresso tecnológico e pessoal. Representa o desvio da rota programada e a rupturade restrições. Mas tem algo mais: o signo em que o planeta está é sempre um forte indicador de comoa energia desse planeta se manifesta. Pois muito bem: Urano está atualmente no inflamado Áries eassim provoca a sensação de que as mudanças são urgentes e de que “já passou da hora de fazê-las”.

Plutão pode ser compreendido como um agente das transformações necessárias. Esse planeta provoca amudança ou o fim de situações e relacionamentos, sem dar margem à protelação. E isso não é necessariamenteruim, pois frequentemente evitamos encarar assuntos importantes, com a sensação de que “vai dar muito trabalho; é melhor deixar como está”. Atualmente no signo de Capricórnio, Plutão está colocando em foco escolhas de longo prazo e projetos de vida. Esquemas mantidos durante muito tempo estão em franco processode reavaliação. Ou seja, a hora é agora. Todos estão sendo chamados a uma definição. Essa quadraturasimboliza o novo se apresentando drasticamente em confronto com o que já estava estabelecido. Na prática,esse aspecto astrológico pode se manifestar por meio do término de uma relação amorosa ou de uma parceriade negócios, de uma perda de emprego, da urgência em decidir ter ou não filhos, da necessidade de reconstruir sua vida em outro lugar e até mesmo da constatação de que falta um propósito maior, um ideal de vida. Estruturas que pareciam sólidas começam a desmoronar, exigindo providências. É isso que muitas pessoas vêm sentindo, sem saber exatamente o porquê. A compreensão desse momento astrológico, portanto,pode trazer um efeito atenuante: a sensação de que todos estão no mesmo barco, cada qual com suasreflexões individuais, mas sob a influência da mesma tendência transformadora.

Se, por um lado, esse processo não é nada simples, por outro, existe um interessante saldo positivo. Ao provocar desconforto, a quadratura entre Urano e Plutão está dando uma espécie de empurrão inicial para atitudes e perguntas que talvez a gente nunca tivesse coragem de fazer. Questões que não estavam sendo devidamente avaliadas começam a vir à tona e podem provocar verdadeiras revoluções pessoais. Apesar da instabilidade que surge quando o inesperado bate à nossa porta, é possível fazer da crise uma oportunidade.Se Urano traz inquietação e provoca situações-limite, também proporciona a possibilidade de mudar e de fazer novas escolhas. Traduzindo: evite tomar atitudes intempestivas, sem dar a si mesmo a chance de refletir um pouco antes de agir/reagir. Ter demorado para encarar determinados assuntos não significa que agora tudo tem que ser resolvido imediatamente. O lado positivo está em ter coragem para desenvolver um novo olhar diante da vida quando ocorrem situações-limite. Se Plutão provoca acontecimentos difíceis de encarar – como um inesperado anúncio de demissão ou situações mais sérias –, também nos prepara para o desapego em relação a antigos padrões de comportamento.A sensação de que tudo parece estar difícil está ligada ao medo de mudanças, separações e crises. Mas semvivê-las estaríamos fechando as portas para o desconhecido, que muitas vezes pode ser bom. Você pode,por exemplo, ter chegado à difícil conclusão de que não consegue se sustentar com a sua atual profissão. Apartir dessa constatação, você se vê desafiado a se reinventar profissionalmente, repensando seus talentos e aprendizados. E, daí a algum tempo, pode vir a ser muito mais realizado em uma nova atividade. Uma viradana carreira e um novo amor nunca terão vez se você optar por conservar sempre suas escolhas, aindaque elas não estejam mais trazendo alegria, realização pessoal e felicidade. De certa forma, saber lidar com a energia dessa quadratura é algo como aquele velho ditado que nos sugere “fazer do limão uma limonada”. Vale a pena aproveitar esse momento astrológico para ouvir as mensagens que estão vindo do seu coração e da sua alma, respeitando a sua verdadeira essência.

02-os-astros-ensinam-como-transformar-a-crise-em-oportunidade

 (/)

As informações celestas

Uma quadratura entre planetas de órbitas tão lentas não ocorre com frequência e é de longa duração. Parater uma ideia, a última vez em que houve uma quadratura entre Urano e Plutão foi nos anos 1930. Nos diasde hoje, os efeitos desse aspecto tiveram início em julho de 2010 e terminarão em fevereiro de 2017, estando a sua ênfase concentrada entre 2012 e 2015. Isso acontece porque os planetas, vez por outra, entram em movimento retrógrado, como se estivessem “andando para trás”. Quando um aspecto está exato, sua influência é muito maior. A tendência é que ocorram fatos que sinalizem nitidamente que a realidade mudou e que não é possível ignorá-la. Pode ser, por exemplo, o dia em que o chefe chama você para aquela conversa franca, que acaba em demissão, ou o que você sente o impulso incontrolável de discutir a relação com seu parceiro afetivo. Nesses dias, é preciso ter cautela, pois a sensação de pressão é potencializada, mas não persistirá com a mesma intensidade por muito tempo. Então, vale a pena esfriar a cabeça e refletir, antes de tomar uma decisão importante.

O mês de novembro

Compreender as informações celestes pode fazer muita diferença especialmente nesse mês. Novembro prometeser de intensas emoções. Logo no dia 1º, a quadratura entre Urano e Plutão torna-se exata, com Uranoposicionado a 9º26 (9 graus e 26 minutos) de Áries e Plutão a 9º26 de Capricórnio. E no dia 3 acontece umeclipse solar. Nos eclipses, em geral, nos sentimos pressionados a resolver pendências, mas sem muitaclareza quanto ao que fazer. O eclipse solar provoca um efeito de valorização do passado. Não é raro quehaja saudade de algo vivido anteriormente e vontade de retomar um hábito, uma escolha, um sentimentoou um relacionamento. O importante é avaliar se a retomada pode ser positiva ou se há nela um componenteilusório ou meramente nostálgico. Somado a tudo isso, o céu de novembro tem ênfase no signo de Escorpião,associado a movimentos de transformação, pois é regido pelo planeta Plutão.

O que esperar para 2014

Em 21 de abril de 2014 haverá mais uma quadratura exata entre Urano e Plutão, dessa vez inserida em umcontexto astrológico de maior complexidade, envolvendo ainda os planetas Marte e Júpiter. As pessoas deÁries, Câncer, Libra, Capricórnio e as que têm o ascendente em um desses signos vão sentir mais intensamente do que as outras a necessidade de avaliar o rumo que vêm dando às suas vidas. A participação de Marte nesse cenário tende a ser, na prática, a de um acelerador de acontecimentos ou de desentendimentos, devido à natureza do planeta, rápida e combativa. Justamente nessas ocasiões será importante manter o sangue frio e ter paciência, não só com os outros mas consigo mesmo, controlando a ansiedade e a impulsividade. Considerar que o desdobramento desse conflito pode resultar em algo muito mais significativo posteriormente, como o fortalecimento da autoestima, por exemplo, pode ajudar a acalmar os ânimos.

03-os-astros-ensinam-como-transformar-a-crise-em-oportunidade

 (/)

 

 

O passado como experiência

Da última vez que Urano e Plutão formaram um ângulo de 90 graus de distância, um em relação ao outro, o calendário marcava os anos 1930 e o mundo passava por intensas transformações. Assim como esse aspecto astrológico é desafador para o indivíduo, é também para a coletividade.

A quadratura entre Urano e Plutão nos anos 1930

Esse período foi marcado pelos efeitos da Grande Depressão, a mais crítica crise econômica mundial do século 20, iniciada a partir de um desequilíbrio na economia norte-americana que culminou na quebra da bolsa de valores de Nova York, em 1929. Desemprego, agitação social e falência de instituições fnanceirasaté então consideradas sólidas eram os novos fatores com os quais as nações precisavam lidar. As revoltas populares contrastavam cada vez mais com o assustador clima de radicalismo imposto pelos governantes. Essa foi, também, a época da ascensão de regimes totalitários, como o nazismo e o fascismo. E, em 1939, teria início a Segunda Guerra Mundial.

Efeitos atuais

É possível traçar um paralelo entre o contexto atual e o da quadratura dos anos 1930. Alguns exemplos são as transformações que vêm acontecendo na concentração do poder no cenário político mundial, as manifestações populares ocorridas simultaneamente em vários países e a possibilidade de guerra, desencadeada após o uso de armas químicas por parte da Síria. A tecnologia, associada a Urano, vem possibilitando a transmissão imediata da informação. Ela tem sido amplamente usada para protestar contra o que foi estabelecido no passado, mas já não está mais sendo aceito, numa típica expressão de rebeldia uraniana. Urano em Áries está provocando a expansão da consciência, que muitas vezes é manifestada de maneira repentina. Plutão em Capricórnio está trazendo à tona informações de grande repercussão, que antes estavam ocultas. Assim, as estruturas atuais de poder vêm sofrendo súbitas alterações, numa demonstração de que quem não souber usar o poder conquistado está correndo o risco de perdê-lo. O cuidado a tomar é não vivenciar a infuência desses planetas em suas expressões explosivas e extremistas. A abertura de caminhosprovocada pela quadratura entre Urano e Plutão merece ser aproveitada para finalidades construtivas, como a revisão de conceitos e a ampliação de horizontes, individuais e coletivos.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s