Conheça os costumes e simbologias do Rosh Hashaná, o ano novo judaico

Entre os itens que caracterizam rosh hashaná, o ano novo judaico, estão roupa branca, pão circular mergulhado no mel, tâmaras e shofar

Por Da redação Atualizado em 20 dez 2016, 18h47 - Publicado em 14 set 2012, 19h40

Para os judeus, o rosh hashaná é o início do ano novo. A festa se caracteriza por um período de dez dias, conhecidos como dias de arrependimento. “É a oportunidade de as pessoas fazerem um exame de consciência, recordarem suas más ações e mudarem”, explica Anita Novinsky, professora do departamento de História da Universidade de São Paulo. Nos dois primeiros dias de rosh hashaná, que neste ano acontece do pôr-do-sol do dia 04 de setembro à noite do dia 06 e se comemora o ano 5774, os judeus costumam ir à sinagoga, rezam e desejam “shana tova u’metuka”, um ano novo bom e doce. Os principais símbolos de uma das mais importantes festas judaicas são: roupas brancas, que indicam a intenção de não pecar, tâmaras para atrair boa fortuna, pão em forma de círculo e mergulhado em mel para que o ano seja doce, e o som do shofar (instrumento feito com o chifre do carneiro) para evocar todo o povo de Israel. Ao final do período de Rosh Hashaná, acontece o Yom Kipur, dia de jejum, penitência e perdão. É quando Deus sela o destino de cada pessoa para o ano que se inicia. Nesta galeria, você confere costumes que marcam o início do ano novo judaico. Aproveite e conheça a receita de pão de mel judaico, especial para a data. 

Publicidade