Casa Created with Sketch.

Carlos Solano: A memória do coração

Carlos solano é arquiteto e escritor. Coordena a campanha Vamos Plantar Um Milhão de Árvores e pesquisa com devoção a cultura popular, as terapias da casa, a ecologia e o bem-estar.

Carlos Solano arquiteto

 (/)

“Satisfação existe! Mas depende da gratidão”, diz dona Francisquinha, minha sábia faxineira, ao me mostrar um caderno meio secreto, cheio de frases bonitas que ela copia das revistas: “A gratidão abre caminho para a abundância. Pode tornar uma refeição em um banquete, uma casa em um lar, um estranho em um amigo. A gratidão dá sentido ao passado, paz para o hoje e cria visão para o amanhã”.

“Mas é fácil viver satisfeito?” Perguntei à comadre. “O amor é irmão da gratidão”, ela me falou. “Quem ama vive agradecido e, assim, fortalece a satisfação. É vice e é versa!” Resolvi abusar e pedi sugestões para atrair mais felicidade para a casa. Francisca consentiu e tirou do caderno secreto uma receita especial…

No bolo da gratidão,

O ingrediente é o “coração”.

Para a massa ter sustento,

Só entre em casa com bom sentimento.

Nada de reclamar da vida,

Valorize a sua lida!

Quem não sabe agradecer

Precisa aprender.

Conchas da areia, sobre a mesa,

estimulam, na alma, a beleza.

Cultive violetas e humildade.

Com a lavanda, a serenidade.

Ramos de angélica, elevação.

Rosa branca, purificação.

Deixe as pétalas ao luar,

Leve ao forno para secar.

Pingue óleo essencial

Para reforçar o bem, o principal.

O fermento desse bolo é a fé.

Na vida, em Deus, em si até.

Um pensamento de gratidão

É a mais perfeita oração.

Felicidade é aceitar

O que a vida lhe reservar.

Ficou triste, perdeu a luz?

Reze pela casa fazendo o sinal da cruz.

Um ramo verde atrás da orelha, na hora da tensão,

Acalma, distrai a mente e Afasta a confusão.

Esconda no travesseiro, Sem tempo a perder,

Algo que faça o seu sonho florescer:

Melissa pela auto-estima,

E para ajudar a rima.

Manjericão para expressividade,

Malva pela verdade.

Escreva coisas bonitas e Ponha junto à cama:

Amor, cura, amizade e Respeito a quem se ama.

Margarida branca, seca, sob o colchão

Atrai amores felizes e mais Compreensão.

Asse o bolo da alegria No fogo do celebrar.

Quanto mais se celebra a vida, Mais haverá para amar.

Agora vamos comer, faça uma reunião!

Que delícia, meu Deus, Que santa gratidão!

Encha de flores o lugar,

Rime cantar com dançar.

Isso merece um sorriso!

A gratidão é o paraíso?

Depois da festa tudo se cala.

Acenda uma vela, agradeça à sua sala.

Dependure as flores, deixe secar.

Depois embale e pode guardar.

Espalhe em casa, Após uma faxina do mês,

As pétalas amadas, um pouco por vez.

Se alegrando e agradecendo ao bem

Por tudo de bom que você tem!

Com este cuidado profundo,

Você deve olhar o mundo.

Ajude no que for possível, Supra uma necessidade,

É assim que você encontra mais Felicidade.

Fiquei pasmo. Será que Francisquinha rezadora rima com escritora? Desconfio… Comentei: esse assunto é perfeito para o momento. Gratidão é o que sinto por quase oito anos de revista! Francisca respondeu: “A revista vai mudar, mas tudo é perfeito aos olhos de Deus. Aceitar isso é viver a gratidão”. Abracei a comadre, lembrando que leitor rima com amor, e foi assim que eu aprendi que “gratidão é a memória do coração”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s