Casa Created with Sketch.

O Arco do Triunfo foi “embalado” em instalação artística

Confira esse presentão para cidade de Paris!

 (Wolfgang Volz/dezeen)

Essas fotos são da instalação l’Arc de Triomphe Wrapped (O Arco do Triunfo Embalado) dos já falecidos artistas Christo e Jeanne-Claude, antes de sua inauguração oficial em Paris. O monumento de 49,5 metros de altura foi coberto por 25.000 metros quadrados de tecido prateado, preso por 3.000 metros de uma contrastante corda vermelha.

É a realização de um “longo sonho de vida” dos parceiros Christo e Jeanne-Claude, que ficaram mais conhecidos por envolver edifícios famosos em todo o mundo, após a morte de Christo em 2020.

A instalação foi o “longo sonho de vida” dos falecidos artistas Christo e Jeanne-Claude

A instalação foi o “longo sonho de vida” dos falecidos artistas Christo e Jeanne-Claude (Lubri/dezeen)

A inauguração oficial foi em 18 de setembro de 2021. Os revestimentos de tecido permanecerão no local por 16 dias. “L’Arc de Triomphe Wrapped começa a ganhar vida, se aproximando da visão do que foi um longo sonho de vida para Christo e Jeanne-Claude”, disse o diretor do projeto Vladimir Yavachev.

Arte para todos

 

 (Wolfgang Volz/dezeen)

É possível se aproximar e tocar a obra gratuitamente. Como explicou Yavachev: “Tornar sua arte acessível a todos sempre foi essencial para Christo e Jeanne-Claude.” A instalação foi imaginada pela primeira vez pela dupla em 1961, mas Christo só começou a desenvolver ativamente o projeto em 2017. Ele descreveu o a obra como “um objeto vivo que se move com o vento e reflete a luz” que “as pessoas vão querer tocar”.

O monumento está envolvido em 25.000 metros quadrados de tecido

O monumento está envolvido em 25.000 metros quadrados de tecido (Wolfgang Volz/dezeen)

Tanto o tecido quanto as cordas são feitos de polipropileno, um tipo de termoplástico, e são recicláveis.

Veja também

Literalmente monumental

 

O grande entroncamento rodoviário da Praça Charles de Gaulle em torno do monumento está temporariamente reservado para pedestres. Mais de 1.000 pessoas trabalharam no projeto, guiadas pela equipe de Christo, juntamente com o Centro de Monumentos Nacionais, o Centre Pompidou e a cidade de Paris.

 (Wolfgang Volz/dezeen)

De acordo com a equipe, o projeto foi inteiramente financiado com a venda de obras de arte originais de Christo e Jeanne-Claude, incluindo colagens e modelos.

 (Wolfgang Volz/dezeen)

O autofinanciamento de obras de arte e a retenção de total liberdade artística foram fundamentais para a missão da dupla de arte. “Não vou ceder um milímetro da minha liberdade e danificar minha arte”, disse Christo a Dezeen em 2018.

A área ao redor do Arco do Triunfo fica reservada para pedestres durante os 16 dias de execução da instalação

A área ao redor do Arco do Triunfo fica reservada para pedestres durante os 16 dias de execução da instalação (Matthias Koddenberg/dezeen)

A chama eterna do Arco do Triunfo na Tumba do Soldado Desconhecido continuará a arder durante toda a instalação. Seus interiores e terraço também permanecerão abertos, com passeios atualizados para incluir detalhes sobre a instalação e projetos anteriores da dupla.

Mais de 1.000 pessoas trabalharam no projeto

Mais de 1.000 pessoas trabalharam no projeto (Benjamin Loyseau/dezeen)

O projeto final de Christo realizado antes de sua morte foi The London Mastaba – uma pilha gigante de barris em cores vivas colocadas no Lago Serpentine, em Londres. Na época, o artista contou a história de sua vida e lançou luz sobre algumas de suas obras mais conhecidas em um vídeo exclusivo de duas partes filmado pelo Dezeen.

Arte para além do pictórico

“Muitas pessoas têm dificuldade em ler nossos projetos”, disse ele a Dezeen. “Não são esculturas normais, não são pinturas normais. São muitas coisas.”

 (Wolfgang Volz/dezeen)

Outras instalações famosas da dupla incluem Valley Curtain, uma partição de tecido laranja pendurada entre duas montanhas no Colorado (EUA), e Surrounded Islands na Flórida (EUA), onde eles usaram um tecido rosa luminoso para circundar uma série de ilhas na Baía de Biscayne.

Pelo direito à calçada

 

 (Wolfgang Volz/dezeen)

O Arco do Triunfo também deve ser reformado como parte de um plano mais amplo para converter a icônica avenida Champs-Élysées em um espaço público adequado para pedestres. A reforma deve incluir áreas verdes, introduzidas ao redor do monumento e ao longo da avenida de 1,9 km em um esforço para melhorar a qualidade do ar.

*Via Dezeen

Veja também
Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.