Arquiteto africano Diébédo Francis Kéré é o 1º confirmado do UIA 2020 RIO

Reconhecido por seu trabalho visionário, sustentável e social, Kéré vem ao Brasil discutir o futuro das cidades do mundo

Por Marianna Gualter Atualizado em 17 fev 2020, 15h58 - Publicado em 26 jul 2019, 09h42
Arquiteto Diébédo Francis Kéré em frente ao seu Serpentine Pavilion, em 2017 Gili Merin/Casa.com.br

O arquiteto Diébédo Francis Kéré é o primeiro convidado ilustre confirmado no UIA 2020 RIO, o 27º Congresso Mundial de Arquitetos, que ocorrerá em julho do próximo ano, no Rio de Janeiro.

Primeiro filho de uma família humilde de Gando – aldeia com cerca de três mil habitantes localizada em Burkina Faso, na África Ocidental – Keré é reconhecido internacionalmente por seu trabalho visionário e com intensa atuação social.

Burkina Faso National Assembly & Memorial Park, projeto de Diébédo Francis Kéré Divulgação/Casa.com.br

Formado pela Universidade Técnica de Berlim, está há mais de uma década à frente do celebrado escritório Kéré Architecture e da Fundação Kéré. Ao longo da carreira, desenvolveu trabalhos em países por todo o mundo, incluindo Mali, Quênia, Uganda, Alemanha e Estados Unidos. Foi reconhecido por premiações, como o Aga Khan Award for Architecture (2004) e o Global Holcim Award (2012), e selecionado para executar o Serpentine Pavilion 2017, na Inglaterra.

Serpentine Pavilion 2017, em Londres, projetado por Diébédo Francis Kéré Reprodução/CASA CLAUDIA

Na África, continente mãe do arquiteto, consagrou-se como agente de transformação. Revolucionou com projetos de escolas, vilas, bibliotecas e centros culturais erguidos usando métodos construtivos locais junto a concepções sustentáveis e participação ativa da comunidade.

Lycée Schorge Secondary School, projeto de Diébédo Francis Kéré Divulgação/Casa.com.br

O mote de seu trabalho é melhorar as condições de vida das pessoas em locais pobres do continente e, para tanto, vê a tecnologia como aliada no combate ao déficit habitacional, sendo significativa para reduzir o custo das construções. Em entrevista recente ao jornal O Globo, declarou: “arquitetura é um serviço para a humanidade. Seja uma pequena casa na África ou um grande museu na Europa, o que importa são as pessoas”.

Continua após a publicidade

Dano Secondary School, projeto de Diébédo Francis Kéré Divulgação/Casa.com.br

Tanto o Kéré quanto o congresso estarão no Rio pela primeira vez. “O Brasil é um país enorme, um dos mais importantes do mundo, com múltiplos desafios. Vamos discutir como criar novos espaços para o território, como pensar casas e escolas. A arquitetura deve ser usada como suporte para a construção de melhores cidades e países”, afirmou.

Crianças na Gando Primary School Extension, projetada por Diébédo Francis Kéré Divulgação/Casa.com.br

Inédito no Brasil, o UIA 2020 RIO pretende transformar a capital carioca em epicentro do debate sobre o futuro das cidades do mundo. Direcionado para arquitetos, urbanistas, estudantes, pensadores da cidade, agentes públicos e demais interessados, o evento ocorrerá entre os dias 19 e 23 de julho de 2020 e pretende receber em torno de 15 mil pessoas.

Sob o tema “Todos os mundos. Um só mundo. Arquitetura 21”, o congresso também celebra o Rio como primeira cidade designada Capital Mundial da Arquitetura pela Unesco. Nos dias 17 e 18 de julho, que antecedem o evento, a metrópole também será pano de fundo do Fórum Mundial de Cidades Unesco – UIA, que terá a participação de prefeitos das antigas sedes e lideranças políticas, empresariais, culturais e da sociedade.

Divulgação/Casa.com.br

Esta é a quarta vez que o congresso trienal ocorre em território latino-americano; em 1963, Havana foi cidade sede, em 1968, Buenos Aires, e, em 1978, Cidade do México. Para receber o encontro, o Rio competiu com Paris e Melbourne. A próxima edição, em 2023, terá como palco Copenhague, na Dinamarca.

O UIA 2020 RIO é promovido pela União Internacional de Arquitetos (UIA) e conta com a organização do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e o apoio institucional do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR). As inscrições para o congresso estão disponíveis no site oficial.

Continua após a publicidade

Publicidade