Ângulos e vista verde caracterizam apê de 300 m² em São Paulo

Os arquitetos Mariana Távora e Fernando Dainese souberam aproveitar essa característica arquitetônica para criar ambientes fluidos e confortáveis

Por Editora Olhares / Janela Atualizado em 17 fev 2020, 15h37 - Publicado em 29 jan 2020, 10h00
Reprodução/Olhares.news

Disposto a aumentar a família, o casal trocou o apartamento de 80 m² por um de 300 m². Para essa decisão tão importante, contou com a ajuda da dupla do escritório Távora Dainese. Os profissionais não só planejaram a reforma e os interiores, como opinaram na escolha do imóvel, assegurando que, mesmo com espaços cheios de ângulo, o futuro apê teria jeito de casa, como sonhavam os clientes.

Reprodução/Olhares.news

Como começa essa história?

Fernando: o proprietário nos pediu ajuda para escolher o imóvel. Visitamos vários antes de eles optarem por este na Vila Madalena. Opinamos sob o ponto de vista da arquitetura e sugerimos este por alguns fatores: fica em uma rua arborizada e tranquila, e em um andar de onde se enxerga as copas das árvores. A planta era menos convidativa por ser toda recortada e cheia de ângulos, típica dos prédios dos anos 1990.

Mariana: no início, isso pareceu um problema para eles, mas nos deu uma enorme oportunidade de mostrar que, se bem redesenhada, tiraríamos vantagem dessa característica. Sabíamos também que o casal encararia com tranquilidade uma grande reforma, não teria medo de demolir paredes.

Quer conferir o restante da entrevista? Então clique aqui e veja o conteúdo completo da Olhares.News!

Continua após a publicidade

Publicidade