Sobrado carioca aproveita ligação com o verde

Reformada para valorizar a integração com a área externa, esta casa na zona sul carioca ganhou portas largas que ligam o estar ao quintal, agora o ponto de encontro preferido da família

Por Por Simone Raitzki | Projeto Ouriço Arquitetura e Design Atualizado em 9 set 2021, 14h13 - Publicado em 6 out 2015, 11h20

Nos anos 70, o jovem João Penido acompanhou de perto esta construção no terreno de 533 m² de sua família, três ruas acima da chácara onde vivia com os pais, no alto do Jardim Botânico. Na época, a região era das mais bucólicas, com

um clima irresistível de roça, calçadas de paralelepípedo e apenas poucos prédios baixos barrando a vista para a estátua do Cristo Redentor. “Meu primo, Marcos Penido, que era arquiteto, fez o projeto seguindo um padrão bem tradicional e confortável, com dois pavimentos – área social embaixo e quartos em cima. Uma casa sólida e eficiente, mas pensada como investimento, já que não pretendíamos morar nela”, conta João. O tempo passou, o imóvel foi alugado por cerca de 30 anos e João, já economista, mudou-se para Nova York, onde está até hoje.

Há cinco anos, quando se viu como herdeiro do endereço após o falecimento da mãe, resolveu assumir a reforma. A ideia? Convertê-lo no pouso oficial da família nas temporadas de férias no Rio de Janeiro. O espaço era bacana, mas precisava tornar-se mais convidativo, aconchegante. “Tenho duas filhas adolescentes e estamos sempre recebendo gente. Fazíamos questão de um jardim gostoso e maior integração da sala com o exterior a fim de aproveitarmos ao máximo os dias de sol.”

Os arquitetos Luiz Eduardo Almeida e Beto Figueiredo, da Ouriço Arquitetura e Design, abraçaram a obra sem dúvida do que buscar: ambientes abertos, com luz natural abundante e circulação fluida, além de um paisagismo caprichado. “Para isso, fomos quebrando paredes e colocando esquadrias com maior transparência para o entorno. E demos total destaque ao jardim”, detalha Luiz Eduardo. Repaginada, a cozinha, antes tradicional, conquistou o estilo americano

ao ligar-se ao estar, separada apenas por uma bancada, a qual também funciona como aparador. No pavimento superior, a proposta incluiu nova divisão das quatro suítes e troca de revestimentos. 

Lá fora, a fachada revista ganhou a companhia da piscina e de um agradável pergolado. “Visitar nossa cidade sempre foi uma delícia. Mas agora nos sentimos literalmente em casa”, conclui João.

Continua após a publicidade

Publicidade