Residência com grandes aberturas ganha ares de terraço

Abundância de luz natural e pé-direito alto garantem amplitude ao projeto

Por Marília Medrado Atualizado em 9 set 2021, 12h53 - Publicado em 31 Maio 2017, 19h01

A paisagem natural do entorno e o terreno em declive foram aspectos decisivos para a construção desta casa de 190 metros quadrados no centro da propriedade.

Tirando partido da inclinação do lote, o escritório pa3arquitetura projetou um volume único para abrigar dois andares, conectados visualmente por meio do pé-direito duplo. Enquanto o térreo, localizado abaixo do nível da rua, concentra as áreas de convivência, o pavimento superior preserva a ala íntima.

O pé-direito alcança 5,5 metros. Nos fundos, a casa com ambientes integrados se abre para a paisagem. dc33 Comunicação/Leonardo Finotti

Mesmo no interior da morada, a sensação de estar do lado de fora revela a vocação de terraço do projeto. Mérito das grandes esquadrias de vidro, que deixam visível o entorno verde e inundam a casa de luz natural. “A maior abertura é a do estar, com 5 metros de comprimento”, diz a arquiteta Nora Queiroz, sócia do escritório.

A sala de jantar (ao centro, no térreo) é encerrada por esquadrias de correr com vidro temperado (Temperal Vidros Temperados da Capital). A abertura possui 3,75 m de comprimento. dc33 Comunicação/Leonardo Finotti

 

Continua após a publicidade

Publicidade