Pátios e varandas desenham esta casa no Vietnã

Graças às generosas aberturas e à cobertura verde, a residência dispensa ar-condicionado

Por Silvia Gomez Atualizado em 9 set 2021, 12h47 - Publicado em 28 jun 2017, 15h57

Antiga Saigon, a maior cidade do Vietnã – Ho Chi Minh – é onde foi erguida esta casa de 233 metros quadrados para uma família de três gerações.

“Sob rápida urbanização, as metrópoles do país perderam muito de sua vegetação e a conexão com a natureza, o que tentamos resgatar neste projeto”, diz Vo Trong Nghia, arquiteto à frente do escritório VTN Architects, autor do desenho.

A cobertura recebeu um paisagismo com árvores maiores, ajudando a refrescar o interior, solução sustentável em países de clima tropical. “A casa não tem nenhum aparelho de ar-condicionado”, celebra o arquiteto Vo Trong Nghia. Hiroyuki Oki, Quang Dam/Hiroyuki Oki, Quang Dam

Leia também: Pura inspiração: floreiras suspensas refrescam sala de estar

Para isso, a estrutura de concreto bruto parece empilhar patamares que alternam terraços ajardinados e pátios. Portas de correr envidraçadas fecham os níveis em comunicação. “Essa estratégia não apenas favorece a ventilação e a iluminação naturais como também a interação entre os moradores, que conseguem se enxergar entre os ambientes.”

Pátios se revezam entre os andares para levar luminosidade ao interior, além de promover a circulação de ar. Hiroyuki Oki, Quang Dam/Hiroyuki Oki, Quang Dam
Continua após a publicidade

Situadas na face oeste, menos exposta ao sol, as áreas de serviço como cozinha, banheiros, escadas e corredores permanecem sempre frescas. O zigue-zague vertical de espaços e aberturas foi pensado ainda para proteger o microclima interno da construção caso futuros vizinhos surjam nas laterais.

Veja também

Telhado verde: como montar o seu usando sistemas prontos

10 peças estilosas para você montar o seu jardim

Casa privilegia área livre

Casa italiana é erguida a partir das ruínas de um moinho

 

Continua após a publicidade

Publicidade