A cidade e a arquiteta Nathalie de Vries

Na segunda entrevista da série de vozes femininas tratando sobre urbanismo, a profissional comenta como as cidades podem proporcionar bem-estar

Por Por Carine Savietto e Cristiane Teixeira Atualizado em 9 set 2021, 13h08 - Publicado em 5 abr 2017, 18h43

Nathalie de Vries é arquiteta e urbanista, cofundadora do escritório holandês MVRDV. É professora da Academia de Arte de Dusseldorf, na Alemanha, e presidente do Instituto Real dos Arquitetos Holandeses. Em entrevista à A&C, a especialista aborda a relação entre cidade e qualidade de vida.

Confira a entrevista com a paisagista Rosa Grena Kliass

Como os centros urbanos podem proporcionar saúde e bem-estar aos habitantes?

Uma cidade só pode oferecer qualidade de vida se funcionar bem em todos os níveis: infraestrutura, habitação, instalações públicas, condições ambientais etc. Para mim, hoje, a qualidade dos espaços públicos é determinante. Vivemos cada vez mais próximos uns dos outros e, para que isso seja saudável, necessitamos de parques, praças, lugares para eventos e esportes. Esses locais devem ser seguros, limpos e igualmente distribuídos por nossas cidades.

Continua após a publicidade

Nesse sentido, qual projeto você considera bem-sucedido?

Quando penso em projetos que trouxeram ganhos para as pessoas, um dos meus favoritos é o Sesc Pompeia [em São Paulo], da Lina Bo Bardi: ele soma um ótimo programa de cultura, esporte e relaxamento com espaços incríveis.”

Sesc Pompeia, em São Paulo. (Foto: Reprodução/ Instagram/ @sescpompeia)

Continua após a publicidade

Publicidade