Polo cultural revitaliza área do centro de São Paulo

Projeto de Marcos Cartum + Brasil Arquitetura foi o vencedor da categoria "Edifícios Culturais" no Prêmio O Melhor da Arquitetura 2013

Por Da redação Atualizado em 14 dez 2016, 12h39 - Publicado em 29 nov 2013, 19h26
premio-arquitetura

Dedicada ao estudo e à prática de atividades de música e dança, a obra tem seus ambientes permeados por um caráter público de convivência. Uma praça interliga três ruas movimentadas do centro de São Paulo, e o edifício principal, de concreto aparente ocre, libera o térreo aos pedestres. O vão livre é um espaço gentil, como o traçado por Lina Bo Bardi no Museu de Arte de São Paulo (Masp). As novas construções foram conectadas a alguns vizinhos históricos, também reformados no processo. Do extinto Cine Cairo, por exemplo, manteve-se a fachada, e o antigo Conservatório Dramático e Musical foi restaurado e adequado a novos usos. A torre vermelha articula todos os elementos. 01-polo-cultural-revitaliza-area-do-centro-de-sao-paulo

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

Praça das Artes, projeto de Marcos Cartum + Brasil Arquitetura foi o vencedor da categoria “Edifícios Culturais” no Prêmio O Melhor da Arquitetura 2013.

Área: 28500 m²; Construção: Consórcio Construcap/Triunfo; Estrutura: FT Oyamada; Instalação: PHE Engenharia; Luminotécnica: Ricardo Heder

Continua após a publicidade

Publicidade