Hidromassagem para dois

A casa dos arquitetos Henrique Pedrozo e Adriana Masini conserva o charme dos anos 40. O banheiro era o único problema.

Por Da redação Atualizado em 20 dez 2016, 20h54 - Publicado em 4 dez 2006, 12h25
A retirada do bidê cedeu ao espaço alguns centímetros. Mas significativo m...

A casa dos arquitetos Henrique Pedrozo e Adriana Masini conserva o charme dos anos 40. O banheiro era o único problema. Foi preciso uma obra completa para renovar o ambiente, que passou por demolição, troca de tubulações comuns por canos de cobre e de PVC, instalação de aquecimento a gás, substituição das louças, metais e acabamentos. A cerâmica branca compôs o piso e as paredes e, associada ao pau-marfim do gabinete, deu leveza à área. A grande jogada foi a nova hidromassagem para duas pessoas, que roubou um pedacinho do terraço — mas ninguém reclama disso.

Alternativa para impermeabilizar

Nos banheiros, a opção mais comum utilizada para impermeabilização é uma manta asfáltica sob o contrapiso. “Nesse caso, a camada subiu pelas paredes a até 50 cm”, diz Adriana. Preocupados em evitar prejuízos com eventuais vazamentos, os arquitetos também optaram por pincelar o berço da hidromassagem com uma membrana asfáltica, outro tipo de material impermeabilizante.

Materiais usados

Manta impermeável (Torodin 3 mm) e emulsão K-100 (tudo da Viapol)

Cerâmica (Portobello, 35 x 70 cm)

Porcelanato (piso Portobello, 40 x 40 cm)

Continua após a publicidade

Mosaico de vidro incolor (Vidrotil, 2 x 2 cm)

Bancada e frontão de mármore branco especial (Itu Mármores e Granitos)

Banheira (Pretty-Jet)

Louças e metais (Deca)

Forro de gesso e iluminação embutida

Gabinete e espelho (Marcenaria Mosivan)

Esquadria e vidros temperados(Clariti Vidros)

Um título para uma foto sem titulo Um título para uma foto sem titulo

Continua após a publicidade

Publicidade