Grandes jardins reduzem o barulho dos aviões perto de Amsterdã

Os sulcos que formam o desenho do espaço são capazes de absorver os ruídos das aeronaves

Por Gabriela Fachin Atualizado em 14 dez 2016, 12h06 - Publicado em 24 nov 2015, 15h18

Quem mora próximo ao aeroporto de Schiphol, ao sul de Amsterdã na Holanda, reclamava do barulho gerado pelos mais de 1,6 mil voos que passam por lá todos os dias — afinal, este é um doa aeroportos mais movimentados do mundo. Desde que o jardim Buitenschot Land Art Park foi finalizado em outubro de 2013, o ruído que perturbava os moradores diminuiu pela metade — viva o paisagismo! Mas como foi que essa ideia surgiu?

1- aeroporto

Tudo começou em 2008 quando a administração do aeroporto resolver fazer pesquisas para encontrar maneiras de amenizar o problema. Foi assim que eles descobriram que o barulho das aeronaves era menor nos períodos em que os agricultores da região aravam os campos, pois os sulcos na terra eram capazes de absorver o ruído. Arquitetos, engenheiros e designers foram recrutados para criar, dessa maneira, um jardim gigante – tudo para diminuir a poluição sonora causada por pousos e decolagens. O desenho do espaço, com 150 sulcos simétricos na terra, foi feito pelo artista holandês Paul de Kort e foi inspirado por um estudo de 1787 conhecido como Figuras Sonoras, do físico e músico alemão Ernst Chladni. Uma solução incrível, não acha?

2- aeroporto

 

Continua após a publicidade

Publicidade