Como criar uma sala de jantar inspirada no estilo japonês

Veja 19 dicas para incorporar o estilo japonês em sua casa e criar uma sala de jantar nipônica lindíssima!

Por Kym Souza Atualizado em 28 jan 2022, 00h11 - Publicado em 28 jan 2022, 13h00
Projeto por Arbol Design Yasunori Shimomura/Casa.com.br

O design japonês é conhecido pela simplicidade e serenidade. E, sem surpresa, esses princípios de design levam as pessoas a se sentirem bem nesses interiores. As tradicionais salas de jantar japonesas são projetadas para exalar hospitalidade e aconchego. Mesas grandes e assentos aconchegantes dão aos entes queridos muito espaço para se reunir.

Projeto por Arbol Design Yasunori Shimomura/Casa.com.br

Os espaços multifuncionais oferecem muita flexibilidade, permitindo que as pessoas se movimentem livremente entre compartilhar uma refeição juntos e simplesmente desfrutar da companhia um do outro. E mesmo com o passar do tempo, e que os interiores evoluíram para parecer mais contemporâneos, os princípios por trás deles ainda permanecem, em grande parte, os mesmos.

Akasaki Design Bureau Yasunori Shimomura/Casa.com.br

Se você está tentando criar uma sala de jantar de inspiração japonesa em estética ou em espírito, há muitas ideias de salas de jantar japonesas que valem a pena seguir. Veja abaixo!

1. Sala de jantar multifuncional

 

Akasaki Design Bureau/Casa.com.br

Nas casas tradicionais japonesas, as salas de jantar geralmente funcionam como salas de estar. Sem sofás, cadeiras de jantar ou poltronas, as salas de jantar japonesas são ótimas para refeições formais, para hora do chá ou simplesmente para passar tempo com amigos e familiares.

2. Estoque de assentos flexíveis

 

Konni Tanaka Design Group David William Photography/Casa.com.br

No design tradicional da sala de jantar japonesa, muitas vezes você verá zabutons – almofadas de chão que funcionam como assentos. Como os zabutons são tão flexíveis, você pode aumentar ou diminuir sua seleção de assentos para acomodar quem aparecer. Outras opções viáveis são as cadeiras empilháveis e dobráveis, que podem ser removidas a qualquer momento.

3. Mesa extra grande

 

Projeto por Arbol Design Yasunori Shimomura/Casa.com.br

As mesas de jantar japonesas tradicionais tendem a ser incrivelmente longas, dando aos hóspedes muito espaço para sentar e compartilhar refeições juntos. Apenas tenha certeza de que vai ter acentos o suficiente para todo mundo!

4. Paleta neutra

 

Reprodução/Homedit

O design japonês muitas vezes se inspira na harmonia da natureza e, para criar essa sensação de serenidade, a sugestão é manter uma paleta neutra. Escolha o mobiliário e decoração com carinho e cuidado e mantenha o foco em tons de madeira naturais e adicione contraste com toques de preto e branco.

5. Luz natural

 

A luz natural desempenha um grande papel no design tradicional japonês, por isso, tente aproveitar ao máximo. Claro, instalar novas janelas pode ser complicado, mas você pode manter suas janelas sem cortinas para deixar entrar muita luz!

6. Móveis elegantes e simples

 

Projeto por Architecture Et Bois Bertrand Pichène/Casa.com.br

Ao escolher móveis para um espaço de inspiração japonesa, certifique-se de focar em formas serenas e simples. E uma vez que você marcou uma mesa de jantar elegante, você pode combiná-la com algumas cadeiras igualmente elegantes e simples.

7. Tapete de tatame

 

Vorbild Architecture/Casa.com.br

Em muitas salas de jantar japonesas tradicionais, você encontrará um tapete de tatame – um tapete texturizado que é confortável o suficiente para sentar ou dormir.

8. Tela Tokonoma

 

John Lum Architecture Shraon Risedorph/Casa.com.br

Entre em uma sala de jantar tradicional japonesa e você será recebido por uma alcova recuada, ou tokonoma , posicionada no centro da mesa. Este tokonoma pode conter uma pintura de pergaminho, um poema caligráfico ou um arranjo floral que foi selecionado especificamente para agradar o visitante.

9. Inspire-se na natureza

 

Projeto por Mimasis Design Koichi Okuwaki/Casa.com.br
Continua após a publicidade

Muitos estilos de design inspiram-se na natureza. E no design japonês, em particular, você encontrará uma apreciação pela beleza da natureza e sua aleatoriedade inerente. Então, quando você for estocar peças naturais – como móveis de madeira e detalhes em tecido – considere pegar alguns itens que são assimétricos ou “imperfeitos”. Esses itens “mais bagunçados” podem tornar seu espaço mais dinâmico.

10. Telas de papel

 

Projeto por Edo Construction Anna Tathaki/Casa.com.br

Embora a luz natural seja um elemento chave em muitos interiores japoneses, essa luz geralmente passa por um painel coberto de papel de arroz chamado tela shoji . Essas telas, que normalmente revestem janelas e portas, difundem a luz natural, tornando a atmosfera da sala mais suave e aconchegante.

11. Peças artesanais

 

Projeto por Mimasis Design Yohei Sasakura/Casa.com.br

Um dos princípios fundamentais do design japonês é a apreciação por materiais e artesanato, pois são itens que geralmente trazem as qualidades naturais dos materiais dos quais são feitos e exibem um excelente artesanato. Portanto, não tenha medo de trocar a compra nas lojas e mercados e invista nos itens de feirinhas locais.

12. Coloque sua louça mais bonita em exibição

 

Madoka Sakano (Coryo)/Casa.com.br

A louça é parte integrante de qualquer refeição. E no design tradicional japonês, assume uma importância extra. Cada refeição tem seu próprio prato, por isso é sempre muito interessante ver as peças sobre a mesa. Se você estava procurando uma desculpa para estocar novos utensílios de jantar, você acabou de encontrar!

13. Brinque com os níveis da casa

Nas casas tradicionais japonesas, os tatames geralmente ficam em cima de plataformas elevadas. Estas plataformas elevam o espaço de jantar e estar, distinguindo-o do resto da casa.

Hucos/Casa.com.br

Embora você não consiga instalar uma plataforma sob sua sala de jantar, você pode seguir outras etapas para definir visualmente seu espaço. Um tapete ousado, por exemplo, pode marcar os limites da sua sala de jantar – sinalizando exatamente onde termina e onde começa o resto do seu espaço.

14. Elementos de madeira

 

Reprodução/decoist

Muitas estruturas japonesas mais antigas são mantidas juntas por marcenaria de madeira habilidosa, em vez de pregos, cola e suportes, diz Tanaka. E em muitos interiores japoneses, esses elementos estruturais marcantes serão deixados expostos.

15. Preencha os espaços com arte

 

Projeto por June Johnstone Mike King/Casa.com.br

Há uma longa tradição de pintar os painéis das portas de correr que separam os cômodos das casas japonesas. Essas portas deslizantes são chamadas de painéis fusuma . E, ao contrário das telas shoji, os painéis fusuma geralmente são opacos.

16. Deixe o ar livre entrar

 

Projeto por Arbol Design Noriyuki Yano/Casa.com.br

Muitos interiores japoneses são ladeados por portas deslizantes e telas dobráveis. E ao contrário das paredes, essas divisórias são flexíveis. Assim, eles podem separar os espaços em um momento e deixá-los fluir juntos no próximo. Essa flexibilidade esbate as fronteiras entre o interior e o exterior, permitindo que os espaços interajam de forma mais dinâmica.

17. Pendure lanternas de papel e pingentes

 

Seia Collections, Ltd./Casa.com.br

Embora você não consiga substituir suas paredes por telas shoji ou pintar suas portas no estilo fusuma completo, ainda existem maneiras de incorporar elementos japoneses clássicos em seu espaço. Uma opção simples? Pegue algumas lanternas de papel de arroz e luzes pendentes.

18. Mantenha o espaço organizado

 

Projeto por Toshihiro Aso Design Office Shuya Sato/Casa.com.br

Os espaços tradicionais japoneses tendem a parecer elegantes e serenos. E conseguir esse visual harmonioso requer algum cuidado especial.

19. Escolha materiais que funcionem juntos

 

Ozmall/Reprodução

Criar um interior harmonioso significa combinar elementos que funcionam bem juntos. E como o design japonês é tão cheio de materiais naturais, isso é incrivelmente fácil de fazer. Ao simplesmente sobrepor peças naturais que fazem sentido no espaço, você pode criar uma sala de jantar com textura e dinâmica.

*Via My Domaine

Continua após a publicidade

Publicidade